ELETRÔNICOS BAIXARÃO DE PREÇO NO BRASIL COM ANUNCIADA REDUÇÃO DE IMPOSTOS – COMO FICA PARA TV BOX E RECEPTORES?

778

Eletrônicos devem ter redução de preço no Brasil se a redução de impostos para este tipo de produto, que está sendo estudada pelo governo federal, se tornar realidade.

Em post recente nas redes sociais, a deputada federal Joice Hasselman, uma das principais articuladoras do Executivo no Congresso Nacional, disparou:

Maravilha! O presidente Jair Bolsonaro informou que estão sendo realizados estudos para reduzir a alíquota de importação sobre produtos de tecnologia (computadores e celulares) que passariam de 16% para 4%!!! E também a redução sobre jogos eletrônicos.

Na prática a medida deve impactar de imediato as indústrias que importam, montam, contratam a montagem no exterior ou revendem produtos eletrônicos prontos de marcas internacionais aqui no Brasil. Para o consumidor final, que visa a importação direta, nada deve mudar.

lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo
lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo

A medida, sem sombra de dúvida, é boa e é um dos fatores que pode permitir a redução de preços, outros fatores importantes como a valorização do dólar podem impedir esta redução.

No entanto o Brasil ainda tem uma âncora contra o desenvolvimento tecnológico, principalmente naqueles produtos que são destinados ao consumidor final, está âncora recebe o nome singelo de agências reguladoras, como a nossa tão conhecida Anatel, que é um entrave à entrada de tecnologia que contrarie interesses comerciais protegidos pela agência, no melhor molde socialista no qual foi projetada a ideia de agência reguladora.

Contra tal entrave ainda não ouvimos nenhum posicionamento do governo federal, muito pelo contrário, a Anatel parece estar assumindo um papel cada vez mais importante no impedimento de o consumidor brasileiro possuir alguns produtos de tecnologia que deseje comprar de livre arbítrio, e nem estou falando de receptores de tv e TV Box. A lista dos entraves é preenchida também com produtos como roteadores de internet, rastreadores GPS, fones de ouvido bluetooth, mini computadores e muitos outros que, segundo a Anatel, podem colocar a segurança do sistema interligado brasileiro em risco.

Ou seja, nem precisa o consumidor brasileiro se alegrar com a notícia de redução de impostos para eletrônicos se o objetivo é comprar direto da China, do Ebay e outras similares. As empresas importadoras, a quem a lei se destina, continuarão a importar os produtos mais simples de cada categoria, enquanto a Anatel continuar a colocar o pé sobre a liberdade do brasileiro em ter os produtos de tecnologia mais avançada que deseja.

Redução de impostos? Bom.

Redução de impostos com a Anatel limitando o que pode comprar de tecnologia? Não resolve para o consumidor e continua a tratar o brasileiros como escravo do Estado.

Entra pro nosso canal no Telegram clicando aqui, clica agora aí vai!