Opinịo Sincera РUm ano usando energia solar ongrid, o que estou achando

0
449
Energia solar on grid opinião
Um ano usando energia solar on grid, minha opinião

Está próximo de completar um ano que mandei instalar energia solar on grid na minha residência. Hoje vou falar para vocês a minha opinião sincera sobre o meu sistema de geração de energia on grid.

Coincidentemente com estar aproximando este um ano de energia solar por aqui, recebi um questionamento do leitor Luiz Roberto, sobre a minha auto-geração com energia solar, o que me motivou a escrever esta publicação aqui. Veja o que me escreveu o Luiz Roberto:

…Há alguns meses atrás você comentou de instalar um “sistema de energia solar” em sua casa; você concluiu isso ? Daria para você descrever esse seu projeto? Digo:
quantos painéis fotovoltáicos e de quantos watts cada um ;
inversor de energia, quantos e de quantos watts.
Qual empresa executou o serviço para você? Se é que você instalou de fato!!…

Por que instalei um sistema de energia solar on grid em minha casa

Foram dois motivadores que me levaram a instalar um sistema de auto geração de energia solar em minha casa.

Primeiro fator foi que eu sempre incentivei os meus seguidores a instalarem em suas casas um sistema de energia solar. Esse incentivo tinha (e tem) uma justificativa muito simples: estar o mais independente possível dos humores do governo em relação ao fornecimento de energia elétrica para as nossas casas.

Um sistema de energia solar on grid não nos dá independencia total, o que é o desejável, mas você vai entender, mais à frente, como ele alivia e muito do sofrimento que é pagar a fatura de energia elétrica todos os meses.

Essa necessidade de aliviar a conta de energia foi muito ampliada por conta do problema que estamos vivendo desde o começo do ano passado. Eu decidi pela contratação de um sistema de energia solar ongrid para a minha casa, no meio do ano de 2020, quando percebi que um dos principais locais que o governo ía usar para recuperar o dinheiro gasto com o problema atual (que ainda não passou) era exatamente nos peduricalhos impostos na nossa fatura de energia. O passar dos meses tem mostrado que a minha análise estava correta.

Em segundo lugar foi a cobrança por parte dos seguidores do GPS.Pezquiza.com de que eu recomendava o uso de energia solar mas não tinha energia solar em minha casa.

A contratação do meu sistema de energia solar ongrid

Infelizmente a compra do meu sistema de geração de energia solar on grid não foi tão tranquila como eu gostaria que tivesse sido.

Na época eu não tinha como pgar o sistema à vista (mas foi o que fui obrigado a fazer) e estava confiante de que iria conseguir financiar a perder de vista, como era a promessa das empresas que vendem energia solar, mas a financeira me negou o crédito.

Ainda me restava a opção de parcelamento de uma parte do sistema no cartão de crédito e uma parte à vista. Mas o vendedor da empresa que contratei, Portal Solar, me disse que a empresa não trabalhava com esse tipo de pagamento, informação que foi prontamente desmentida por uma propaganda da mesma empresa via Instagram, dois dias depois que eu fiz uma estripolia financeira danada para conseguir pagar R$ 15 mil pelo tal sistema de energia solar à vista.

Imagina a alegria que eu fiquei. Inclusive o meu desejo era ter instalado um sistema com um pouco mais de capacidade de geração e um inversor que me permitisse aumentar a quantidade de painéis solares instalados, mas por conta do tal vendedor mentiroso, que só pensa no umbigo dele, eu acabei me vendo obrigado a contratar um sistema menor com um inversor bem mais modesto.

Mas infelizmente os problemas não finalizaram por aí, o sistema em que a empresa trabalha (e a maioria das grandes empresas de energia solar no Brasil, também) é o sistema de integração, onde ela vende os equipamentos e repassa a instalação e homologação do sistema para uma empresa terceirizada. Pois a tal terceirizada aqui em Goiânia mandou os instaladores (quarteirizados) instalarem alguns dos painéis solares numa área sombreada do telhado da minha casa.

Pior que isso, quando reclamei na empresa eles vieram com a história de que o engenheiro é quem entende (ou seja, o cliente é que se lasque). Mais ainda, o engenheiro veio na minha casa pra dizer que não ía mudar o local da instalação pois o tal local com as placas na sombra é que era o melhor local… No final, com jeitinho, eu convenci ambos e as placas foram retiradas da sombra e instaladas em um local onde ficam no sol o dia todo.

O sistema de geração de energia solar contratado

Os tais R$ 15 mil reais À vista que paguei pelo meu sistema de geração de energia solar na verdade vieram de um pouco de empréstimo bancário e um pouco de parcelamento de boleto no PicPay pagando com cartão de crédito.

Eles pagaram um sistema de energia solar on grid contendo 9 painéis solares de 345W da marca Astronergy e um inversor Goodwe de 3000 Watts Pico, além, é claro, da instalação e homologação do sistema, inclusos nesse valor pago.

Entre a contratação e a liberação de uso do sistema solar (injetar a energia produzida na rede da concessionária) foram uns 45 dias, demora “justificada” por ter sido a minha casa a primeira em Goiás a ter a instalação do tal inversor da Goodwe.

Depois que o sistema foi ativado ainda demorou cerca de uma semana até que ele realmente passasse a funcionar sem problemas, mas nesse caso eu dou um desconto para os instaladores pois a rede de energia elétrica da minha residência tem sérias dificuldades para manutenção por conta da maneira como a casa foi construída. Mas no final eles conseguiram achar as fiações corretas e de lá para cá nunca mais deu problema.

Um ano de uso do sistema solar on grid, e aí?!

Na realidade no dia 10 de outubro irá completar um ano de uso efetivo do meu sistema de energia solar on grid.

Na época em que contratei o sistema a promessa era de geração média de 400 Kwh (quilowatt hora) por mês. O preço que eu pagava pelo Kwh na concessionária aqui de Goiás, a Enel, era de R$ 0,83. Hoje o preço do Kwh já está em R$ 0,93, ou seja, já subiu mais que 10% e já está havendo promessa de novos aumentos.

Também na época da instalação eu calculava que o sistema se pagaria em aproximadamente 36 meses. Hoje, com o uso e sabendo da produção mensal do meu sistema, que está sempre acima dos tais 400 Kwh prometidos, e com o aumento do preço do Kwh pago na fatura da concessionária, eu calculo que o sistema se paga em menos de 30 meses e esse total de meses para o retorno total do inveestimento tende a cair a medida que o valor do Kwh sobre.

Vale ressaltar que o uso estimado de um sistema de geração de energia solar ongrid é de 25 anos.

Como eu disse acima, o meu sistema não tem a capacidade de gerar tanta energia quanto eu gostaria que ele tivesse. Este sistema que tenho não consegue gerar 100% da quantidade de energia consumida na minha casa, mensalmente. A fatura de energia elétrica por aqui girava em torno de R$ 500 na época da instalação, no primeiro mês após a instalação passou a girar em torno de R$ 100 e agora, após alguns ajustes e troca da geladeira por uma inverter; mesmo com o aumento no preço do Kwh a conta baixou para cerca de R$ 50 por mês.

O que eu posso dizer sobre o sistema instalado e seu uso? Depois de algum tempo após a instalação a gente fica sempre de olho no inversor, de olho no aplcativo online do sistema que indica o quanto de energia está sendo produzido; vai no medidor de energia da concessionária para ver o quanto está sendo injetado na rede da concessionária; fica ansioso para chegar a fatura de energia para conferir qaunto vai pagar e quanto economizou.

Com o passar dos dias e com o sistema trabalhando tranquilo acontece de até se esquecer que ele existe. O que é bom e ruim ao mesmo tempo. Por exemplo: no período de seca aqui no meu bairro a poeira é muita e com isso os painéis solares acabam ficando muito sujos de poeira, o que reduz a captação da luz solar pelos painéis e consequentemente o total de energia gerada pelo sistema.

Eu esqueci disso por aproximadamente três meses após o término do período chuvoso e quando subi no telhado para conferir como as placas estavam, levei um susto. tinha uma camada generosa de poeira sobre elas. No outro dia pela manhã, para não jogar água fria nas placas quentes correndo o risco delas formarem micro-trincas, acordei bem cedo e lavei os paineis solares e o resultado foi o acréscimo de cerca de 20% na produção de energia pelo meu sistema solar ongrid.

Se eu estou feliz com o meu sistema de energia solar e se acho que fiz um excelente investimento?

Com certeza, se eu pudesse eu mandava era instalar mais um desses no outro lado do telhado aqui de casa. Não fosse o nosso sistema de energia solar on grid e a fatura de energia aqui de casa já estaria beirando os R$ 600 mensais.

Até hoje eu me pergunto por que demorei tanto para mandar instalar energia solar?! Apesar de ser um investimento puxado, é no momento o melhor investimento que se pode fazer e com certeza de retorno e lucratividade por mais de vinte anos.

Entra pro nosso canal no Telegram clicando aqui, clica agora aí vai!

.