SERIADOS EXCLUSIVOS ESTÁƒO SENDO GRAVADOS PARA A PLATAFORMA GLOBOFLIX

3052

A novo plataforma de conteÁºdo on demand que está sendo desenvolvida pelo Grupo Globo e que deverá substituir o Globo Play ainda não tem um nome oficial mas já foi batizada nos bastidores como GloboFlix.

Faz todo o sentido pois a visão da empresa É passar de uma grande emissora de televisão para uma forte produtora de conteÁºdo a nÁ­vel internacional, sonha que podemos afirmar ser bastante realista já que a Globo É atualmente uma das emissoras que mais produz conteÁºdo em todo o mundo e que tem um enorme pÁºblico potencial em todo o mundo.

Ao pular a necessidade de colocar o seu conteÁºdo em outras emissoras de televisão nos paÁ­ses em que a Globo tem boa aceitação colocando este conteÁºdo em uma plataforma semelhante Á  Netflix a Globo vislumbra um faturamento potencial bastante expressivo com maior liberdade de produção de conteÁºdo e por que não dizer, com um custo bem mais interessante que a manutenção do mesmo tipo de conteÁºdo para emissoras de televisão.

O projeto ainda não foi todo revelado ao pÁºblico mas a emissora já está produzindo conteÁºdo que será exclusivo para a plataforma e não deverá ser lançado nem na emissora aberta e nem nos seus canais fechados que são controlados atravÉs da Globosat.

E para mostrar como o retorno com a estratÉgia para as plataformas na internet tem dado um grande retorno Á  Globo, ela convocou pratas da casa para estrelarem estas novas sÉries que serão exclusivas da “GloboFlix”.

Antonio Calloni será protagonista em uma sÉrie baseada no mÉdico Roger Abdelmassih, sÉrie esta que será dirigida por Amora Mautner e levará o tÁ­tulo de AssÉdio.

Já Cauã Reimond e Sophie Charlotte serão protagonistas da sÉrie “Ilha de Ferro”.

E estes tÁ­tulos são apenas os que foram anunciados atÉ o momento para o GloboFlix, vale lembrar que a plataforma tambÉm terá Á  disposição os milhares de tÁ­tulos que o Grupo Globo já produziu tanto para a tv aberta quanto para a tv fechada e É bem províel que muitos dos eventos esportivos que a Globo compra os direitos de produção mas nunca passa na tv nem aberta e nem fechada podem vir a ser exibidos ao vivo na GloboFlix.

Será que esta nova plataforma vai recuperar o que um dia foi o nome Globo?