Epa! Cuidado se pensa em comprar o Moto X 2° Geração… Veja isto!

2317

Recebi um e-mail hoje de um leitor revoltado com o Motorola Moto X 2° Geração, o celular da Motorola que é considerado top de linha mas que está deixando muitos dos seus compradores na mão por causa de um vício de fabricação.

O defeito é tão grave que já tem até Ministério Público proibindo a venda do aparelho no estado de Minas Gerais.

E sim, é um defeito muito chato, a tela do aparelho que a Motorola declara como sendo Gorila Glass 3, é simplesmente muito frágil e quebra ao levar pequenas quedas.

Para quem já teve um smartphone xingling vagabundo, aquela onde que teve de MP5, MP6, MP7 e aí por diante, é o mesmo problema, espirrou perto do aparelho a tela trinca.

Segundo as informações passadas pelo leitor Vilamar e que podem ser comprovadas com uma simples pesquisa no Google, a Motorola está fazendo vistas grossas para o problema e só dá manutenção nas telas de clientes que levam o caso ao Procon ou pequenas causas, se tentar consertar direto na assistência técnica a fabricante alega que a quebra da tela se deu por mal uso do cliente e recusa a garantir, cobrando quase R$ 700 pela troca da tela.

Vejam mais informações sobre o problema lendo a íntegra do e-mail que nos enviou o Vilamar:

“Boa noite senhores

O que dizer sobre essa questão, teriam como fazer um postagem sobre esse assunto, pois existem muitas reclamações procom e reclame aqui quanto a fragilidade da tela de vidro do motorola moto x “gorila glass”, sendo necessário a troca de toda parte superior mesmo que somente o vidro tenha sido danificado.

A questão não é pagar a troca do vidro, mas ter que pagar pela troca de toca parte superior, sendo que o celular esta funcionando perfeito, aplicativos e sensores. Isso eles não mencionam em suas propagandas!

Encadeamento de Discussão
Resposta Via e-mail (THAINE ALVES) 21/12/2015 02:12 p.m.
Boa tarde, José. Tudo bem com você?

Meu nome é Thaine, e vou lhe auxiliar da melhor maneira possível por este canal.

Sinto muito pelo acontecido, José. Infelizmente em casos de danos físicos, não há cobertura do reparo em garantia. A Motorola informa que o reparo poderá ser realizado normalmente mediante aprovação do orçamento.

O fato de o aparelho possuir Gorila Glass, não significa que é a prova de quebra do aparelho, ele é mais resistente, porém por ter uma tela grande, diferente da maioria dos aparelhos comercializados, necessita-se de maior cuidado, pois dependendo da forma como o aparelho cai, pode de fato, trincar.

Peço desculpas, mas é o tipo de situação em que não conseguimos dar uma solução diferenciada pois foge a política de garantia do aparelho.

    COLOQUE seu nome e e-mail abaixo para receber nossas notícias. +100 MIL PESSOAS já cadastradas!!!
    CHEQUE AGORA SUA CAIXA DE ENTRADA para ativar a inscrição no e-mail de confirmação que foi enviado para você

O preço do display do Moto X 2ª geração fica em torno R$ 644. Vale lembrar que se seu aparelho for reparado em orçamento em uma autorizada da Motorola, a garantia de fábrica de seu aparelho permanece como se tivesse acontecido nada.

O display é uma das principais peças do aparelho. É um display grande de alta definição então acaba sendo uma peça não muito barata. Além disso, ainda tem a mão de obra do técnico.

Acesse o site https://motorola-global-portal-pt.custhelp.com/app/mcp/trackrepair2, insira o CEP no local indicado e verifique o endereço da assistência mais próxima.

Lembrando que junto com seu aparelho é necessário encaminhar também: Carregador, cabo USB, Cópia da nota fiscal (que não pode ser manuscrita) e documento com foto. Não precisa levar a caixinha original, se tiver película, capa protetora ou chip peço que retire pois esses acessórios podem não retornar!

Não se preocupe se não haver uma assistência próxima, neste caso peço que entre em contato com a nossa central de atendimentos!

Segue os números:
Capitais e regiões metropolitanas: 4002 1244
Demais Localidades: 0800 773 1244
Lembrando que o atendimento da central é de Segunda a Sexta das 8 às 21hs e Sábado das 8 às 18hrs.

Atenciosamente,
Thaine.

Central de Relacionamento Motorola Brasil
www.motorola.com.br
VEJAM OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE ESSE MESMO ASSUNTO LOGO ABAIXO.

26/10/2015 19h32 – Atualizado em 26/10/2015 19h32
Procon Fortaleza investiga Motorola por problemas em display do Moto X
Consumidores denunciaram fragilidade no display do produto.
Empresa diz que ainda não foi notificada e explica tecnologia dos displays.
http://g1.globo.com/ceara/noticia/2015/10/procon-fortaleza-investiga-motorola-por-problemas-em-display-do-moto-x.html
Ministério Público de Minas Gerais – Procon-MG – Assessoria de Imprensa
Consumidor13/11/2015
Procon-MG suspende vendas do celular Moto X 2ª Geração em Minas Gerais

Vício de qualidade do produto é um dos problemas que motivaram a decisão
https://www.mpmg.mp.br/comunicacao/noticias/procon-mg-suspende-vendas-do-celular-moto-x-2-geracao-em-minas-gerais.htm#.Vnh7elJvBpu

Procon-MG suspende vendas do celular Moto X 2ª Geração em Minas Gerais
Consumidor13/11/2015
Procon-MG suspende vendas do celular Moto X 2ª Geração em Minas Gerais

Vício de qualidade do produto é um dos problemas que motivaram a decisão

O Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-MG), órgão integrante do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), instaurou processo administrativo contra a empresa Motorola Mobility Comércio de Produtos Eletrônicos Ltda, com medida cautelar que suspende as vendas do aparelho celular Moto X (2ª Geração) no estado de Minas Gerais. De acordo com o promotor de Justiça de Defesa do Consumidor Amauri Artimos da Matta, há evidências de que o celular Moto X (2ª Geração) apresenta vício de qualidade, pois não suporta impacto e quebra sua tela ao cair de baixa altura.

O promotor explica que são três os principais fundamentos que motivaram a decisão do Procon-MG. O primeiro deles é a colocação de produto no mercado com suposto vício de qualidade, por não corresponder ao que foi anunciado. O segundo é a não comunicação do fato, pela empresa, aos seus consumidores, pois o problema é coletivo. O terceiro fundamento é o fabricante só conceder assistência técnica aos consumidores que procuram os Procons e recusá-la, alegando mau uso do produto (queda acidental), às pessoas que solicitam intervenção diretamente da empresa. “Essa prática é abusiva, pois o fabricante está fugindo de sua responsabilidade, o que é proibido pelo Código de Defesa do Consumidor”, informou.

Ainda de acordo com o promotor de Justiça, a suspensão das vendas permanecerá em vigor até que a empresa divulgue em seu site (www.motorola.com.br) um comunicado público para esclarecer os fatos que vêm ocorrendo com o celular Moto X (2ª Geração). Entre esses esclarecimentos, devem constar a forma de envio do produto à assistência técnica para inspeção do aparelho, com custos assumidos pela empresa, e os critérios utilizados para atender às demandas dos consumidores, nos moldes adotados nas reclamações feitas aos Procons.

A decisão cautelar também determina que o comunicado deverá permanecer no site pelo tempo necessário ao atendimento das necessidades dos consumidores.”