URGENTE: Se você mora em uma destas cidades você tem que instalar ENERGIA SOLAR pra ontem

34

Se você está lendo esta matéria/aviso/conselho é quase que absoluta certeza de que há energia elétrica na sua casa e que 98% dos que me leem pagam uma fatura alta (ou que consideram alta) de energia elétrica para a concessionária de sua região. Tenho recebido vários e-mails dos amigos leitores comentando minhas publicações recentes sobre energia solar e invariavelmente eles reclamam que a energia elétrica na sua cidade é muito cara.

O problema é que todos imagina estar pagando a tarifa de energia elétrica mais cara do Brasi. Aqui nesta matéria você vai descobrir se esse seu sentidmento é ou não verdadeiro e, melhor ainda, esttá recebendo o meu conselho e avaliação para que, se você mora em uma das cidades citadas, tem que fazer o máximo para instalar energia solar urgente pois os próximos aumentos no valor da tarifa, na sua região, irão invariavelmente abocanhar uma parcela muito grande do seu orçamento mensal tirando de você uma grande parte do seu poder de compra para ítens essenciais, como alimentação, por exemplo.

Pessoal, como venho dizendo, tenham juízo, o mundo está descontrolado, como dizem aqui na minha região, estamos todos numa carroça sem freio, só Deus mesmo é quem sabe quem vai conseguir se safar desta sem ferimentos. Se prevenir enquanto é possível é a melhor opção.

Outro ponto importante que você precisa levar em consideração é que, à medida que se aproxima a data em que começará a vigorar as novas regras para a geração própria de energia, onde se engloba a energia solar; mais e mais pessoas e empresas se desesperam para instalar logo um sistema de energia solar e mais complicado fica de você conseguir bons preços, tanto no sistema em si quanto em financiamento do seu sistema.

Ora, é bem simples você entender que o mercado de energia solar irá priorizar grandes compradores de sistemas de energia solar (empresas e residências com maior consumo) em detrimento de residências com menor consumo. Então, se você não consome mensalmente próximo a 1.000 KWh/mês, é melhor que você não deixe chegar o segundo semestre para instalar o seu sistema de energia solar pois o preço para você pode ser um empecilho ou um desanimador, da mesma forma que o financiamento deve ser dificultado por questões de juros e até mesmo da liberação do financimanto pelas empresas de crédito.

De qualquer maneira, para todos os consumidores de eletricidade, quanto antes tomarem a decisão de instalar energia solar, melhor.

Cidades com energia elétrica mais cara no Brasil

Os valores pelo KWh citados nesta lista são uma média e já contém o calculo de impostos. Dessa forma, nas cidades citadas há ainda uma faixa de consumo que paga uma valor pelo KWh mais caro que o citado na lista (aproximadamente 10%) mais caro como também há uma faixa de consumo que pagar mais barato pelo KWh (aproximadamente 10%) mais barato. Se você consumo acima de 250 KWh/mês, você está na faixa mais cara, ou seja, sobre o valor que vamos citar aqui (divulgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel) você ainda deve acrescentar mais uns 10% para saber o valor correto para você.

Se os colegas desta e de outras cidades puderem me enviar o valor correto da tarifa que pagam ou mesmo um print de suas contas de energia que mostram esse valor, será de grande valor para que eu faça um estudo sobre essas tarifas reais que são pagas pelos brasileiros. Meu e-mail é richardelima@gmail.com

Vamos então às cidades cujos consumidores de energia devem (já deveriam ter) instalar energia solar urgente:

1 – Enel RJ: a tarifa média da concessionária, com impostos, é de R$ 1,21/kWh. Dessa forma os consumidores que pagam uma faixa maior devem estar pagando aproximadamente R$ 1,34 por KWh.

2 – CEMIG: a concessionária tem tarifa média, com impostos, de R$ 1,17/kWh. Os consumidores da faixa mais cara deve estar pagando aproximadamente R$ 1,30 por KWh.

3 – RGE Sul: a tarifa média nesta concessionária, com impostos, é de R$ 1,16/kWh também podendo chegar a R$ 1,30 nas faixas de consumo que pagamm mais alto.

4 – Light: mais uma concessionária do RJ. Ela tem tarifa média com impostos de R$ 1,08/kWh, a tarifa mais alta deve estar girando na casa dos R$ 1,20 por KWh.

5 – Equatorial-PA: os amigos do Pará, cujo potencial de produção de energia solar é grande, pagam uma tarifa média com impostos de R$ 1,08/kWh e a tarifa mais alta deve também ser em torno de R$ 1,20 por KWh.

6 – Energisa MT: tem tarifa média com impostos de R$ 1,07/kWh e é provável que a tarifa mais alta esteja em torno de R$ 1,18 por KWh.

7 – EDP ES: os amigos do estado do nosso colega Moisés Sol na Placa pagam tarifa média com impostos de R$ 1,03/kWh. Devem pagar R$ 1,16 na maior faixa de consumo.

8 – COPEL PR: A concessionária tem tarifa média com impostos de R$ 1,01/kWh. A maior faixa de consumo gira em torno de R$ 1,13 por KWh.

9 – Enel GO: Finalmente chegamos no meu estado de Goiás, com tarifa média de R$ 1,01 por KWh e a faixa de consumo que paga a maior tarifa (meu caso) com R$ 1,12 por KWh.

10 – Enel CE: média de tarifa de R$ 1,00 por KWh e maior tarifa com R$ 1,10 por KWh.

É claro que após essas dez concessionárias que atendem milhares de cidades no Brasil, há outras com tarifa próxima à da Enel CE. Então é bom que, se você está alí próximo da tarifa da Enel CE, que também se preocupe com mais urgência.

Quem é atendido em sua cidade por uma das concessionárias citadas acima, a grande diferença para os que ainda pagam tarifa menor é que, no caso das concessionárias citadas acima, o valor de prestação para pagar um sistema de energia solar, mesmo em sistemas pequenos (a partir de 300 KWh/mês) é bem próximo do valor que se paga na fatura de energia mensal para a concessionária, neste momento.

ATENÇÃO, PRESTE MUITA ATENÇÃO: Quanto maior é o sistema de energia solar que você vai adquirir, a diferença em relação à prestação do financiamento da energia solar e a sua conta de energia é maior a seu favor. Ou seja, o custo benefício melhora a medida que você adquire um sistema de energia solar maior.

Vamos pensar então no que ocorre naquelas localidades onde o consumidor paga uma tarifa de energia elétrica mais baixa, na faixa dos R$ 0,90 KWh nas faixas mais caras de consumo.

Nestes casos os sistemas de energia solar que são menores em geração que 1.500 KWh por mês costumam ter o valor de prestação (neste momento) maior que o valor que o consumidor paga (neste momento) em sua fatura de energia. Ou seja, a maioria dos consumidores residenciais irão entender (erroneamente) que não compensa instalar energia solar pois estarão pagando “mais caro” em seus sistema de energia solar.

Essa é uma situação de momento a qual você deve sentar e pensar com calma. Leve em consideração que neste momento a relação entre a prestação do financiamento e a conta de energia é deafavorável para o financiamento mas em contrapartida o financiamento costuma oferecer prestação fixa (isso pode mudar de uma hora por outra por conta da demanda crescente) enquanto a tarifa de energia é reajustada anualmente no mês de outubro de cada ano.

Ou seja, logo, logo, a prestação da energia solar irá se igualar com o que se pagaria (pagará(???)) na fatura após os reajustes destas faturas.

Outro forte fator a favor da energia solar é que o pagamento do sistema de energia solar um dia cessa, enquanto o pagamento da fatura de energia (para quem não tem energia solar) nunca cessa. Levando isto em consideração e colocando na ponta do lápis o valor que você paga de fatura hoje, multiplicando esse valor por pelo menos 25 anos (300 meses), você vai entender que está pgando ainda muito barato pelo sistema de energia solar.

Por fim, se você quer comprar o seu sistema de energia solar é bem provável que eu possa te ajudar a fazer a escolha certa. Eu estou na cidade de Goiás mas se você é de outro estado é provável que eu também possa lhe ajudar. Quer comprar comigo? E-mail para richardelima@gmail.com

Valeu, compartilhe esta matéria e continue no GPS.Pezquiza.com