Gerador Eólico é opção barata para produzir sua própria energia elétrica

3692

Olá brasileiro, se você nunca pensou em produzir a sua própria energia pois nunca teve medo e nem acreditou em apagão, agora além deste problema que promete nos assombrar em breve ainda temos o fantasma dos preços exorbitantes que com certeza, está metendo medo em todo mundo.

Aqui em casa nós consumimos bastante energia, uma média de 400 kWh mensal, e o mês passado vimos o valor da conta de energia dar um salto de mais R$ 100 sendo que a promessa para este ano é que ainda suba mais uns 40%.

Assim não dá, o valor da conta de energia já está rivalizando com o valor que eu pagaria para instalar alguns sistemas de geração de energia aqui em casa para produzir a minha própria energia, talvez não toda a energia necessária, mas ainda assim já me deixaria um pouco mais tranquilo.

Eu sei, a produção de energia tem algumas problemáticas a se considerar que aumentariam o custo investido em um valor considerável para que se possa ter um pouco mais de paz em casa sem depender da concessionária fornecedora de energia na minha região.

Se você decidir produzir a sua própria energia e estiver pensando em ter um sistema de produção de energia perfeito, aí terá que ter um sistema produzindo energia e um sistema de apoio armazenando esta energia, ou seja, um gerador de energia e baterias para armazenarem a energia produzida e somente depois injetar esta energia em sua rede elétrica.

Mais ainda, este sistema terá que ter a capacidade de produção de energia elétrica que consiga suprir todo consumo energético da sua casa. Melhor ainda, ter uma pequena usina de geração elétrica com capacidade nominal maior que a energia consumida na sua residência, pois com as opções que temos em mão elas nem sempre estarão produzindo em sua capacidade máxima.

Mas para conseguir este sistema perfeito você vai gastar uma pequena fortuna, talvez algumas dezenas de milhares de reais e então você desanima.

Mas pense em deixar esta mania de grandeza de lado e começar a produzir a sua energia elétrica, sem a necessidade de produzir toda a energia que você consome e sem inicialmente armazenar a energia produzida. Desta maneira você vai precisar investir muito menos inicialmente e poderá testar a capacidade que a sua região tem para a produção da energia elétrica em casa.

E para começar a sua usina sem precisar investir tanto dinheiro, escolha um equipamento que entregue mais watts por menos dinheiro.

Você estava pensando em painéis solares não é mesmo? Mas há no mercado uma opção mais barata pois produz energia da mesma forma que as usinas hidrelétricas, mas aproveitando a força dos ventos, são os geradores eólicos.

Você já deve ter visto fotos de torres imensas com imensos cataventos para a produção de energia elétrica, com certeza cada enorme torre daquela tem a capacidade de produzir energia para centenas de casas ao mesmo tempo.

A boa notícia é que estes geradores eólicos podem ser produzidos em tamanhos bastante diminutos e mesmo assim ainda serão capazes de produzir tanta energia quanto a necessária para abastecer uma residência inteira.

Um turbina montada com pás (catavento) de aproximadamente 1 metro de diâmetro é capaz de produzir 600W de energia com ventos de aproximadamente 12 metros por segundo de velocidade. Isto é suficiente para produzir em média 100 kWh mensal e vai custar entre R$ 1.250 e R$ 2.500, incluíndo o gerador eólico, o controlador de carga e o Grid Tie, equipamento que injeta a energia produzida direto na sua rede elétrica.

Ainda é um investimento considerável, mas é bem menos que o custo das placas solares.

Se você pode investir cerca de R$ 3.500 vai conseguir um gerador de 1.200W e produzir o dobro da energia citada acima.

No entanto não vai armazenar a energia, inicialmente só vai produzir a energia e injetar na rede elétrica e consumir esta energia ao mesmo tempo em que a estiver produzindo.

Melhor será se você conseguir junto à distribuidora de energia da sua região que ela instale para você o medidor de energia preparado para os sistemas de microgeração de energia, com este medidor, naqueles momentos em que o seu sistema estiver produzindo energia e você não a estiver produzindo, o medidor de energia vai girar ao contrário pois você estará disponibilizando esta energia excedente para o sistema de energia elétrica da sua região e outra residência poderá consumir esta energia.

O medidor girando ao contrário indica que a sua conta de energia terá o desconto daquela energia que você doou à rede elétrica na sua conta de energia, pois ela virá com um consumo menor para pagar à concessionária de energia.

O gerador eólico vale a pena se a sua região tem uma boa média tempo com ventos e a média de velocidade desta ventania for de 6 metros por segundo ou mais.

Pesquise mais sobre a microgeração de energia pois não se trata apenas de um caso de economizar dinheiro, investir na produção de energia ainda pode lhe livrar de uma boa dor de cabeça quando a distribuição de energia na sua região começar a soluçar.

Para os mais destemidos há bons projetos do tipo faça você mesmo para a construção de um gerador de energia eólica em casa.

Para quem não gosta de se arriscar tanto, há bons geradores de energia eólica caseiros à venda no Mercado Livre e em sites chineses como o Aliexpress, que é de onde vem a maioria dos geradores eólicos residenciais.


gerador-eolico-producao-energia-eletrica-em-casa