Gato É usado para roubar a internet sem fio dos vizinhos… É o animal mesmo

1800

Avalie este artigo [starrater tpl=10]
Depois de tomar conhecimento deste artigo você nunca mais vai ver com os mesmos olhos aquele gatinho inocente que fica passeando pelos muros da vizinhança, ainda mais se você perceber que ele está usando um colar ou qualquer outro acessório.

É que durante a feira de hackers de Las Vegas, a Defcon, o hacker especialista em segurança Gene Bransfield demonstrou um colar que ele inventou para que os passeios do seu gato pela vizinhança o ajudem a identificar quais são as redes sem fio que existem na vizinhança, bem como a criptografia que elas estão usando ou mesmo se não estão usando segurança alguma.

O colar foi batizado de WarKitteh, utiliza um kit Arduino para ser fabricado ao custo de 100 dólares, no WarKitteh uma antena WiFi, uma bateria e um software rastreador, alÉm É claro, de um gato, quanto mais rueiro melhor.

As informações colhidas pelo WarKitteh podem ser exportadas e usadas no Google Earth para identificar os locais onde estão as redes indetificadas pelo gato.

Em um teste de três horas feito com a ajuda do gato de Gene Bransfield foi possÁ­vel identificar 23 redes sem fio pelos locais onde o gato passou, destas, 7 usavam segurança WEP, a mais simples e fácil de ser quebrada no roteador sem fio, e havia rede sem fio sem segurança alguma.

Segundo Gene Bransfield o objetivo do WarKitteh É mostrar aos usuários de redes sem fio que É muito fácil invandir estas redes se eles não usarem os sistemas de segurança mais eficientes.

O roubo de sinal da rede sem fio existe desde quando as redes sem fio foram inventadas em 1980.

gato usado para roubar rede sem fio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here