É ASSIM QUE O PILOTO AUTOMÁTICO DO TESLA ENXERGA O TRÁ‚NSITO DE PARIS

1108

A Tesla resolveu fazer um teste em seu sistema de piloto automático levando o carro a conduzir sozinho pelas ruas de Paris, uma das cidades com trÁ¢nsito mais caótico da Europa. As chances de colisão para um motorista não acostumado com a cidade são grandes pois há um intenso tráfego de carros, bicicletas, patinetes, pedestres e de caminhões. A tecnologia da Tesla estava no modo semi-autônomo e foi especialmente desenvolvida para dirigir em rodovias onde a localização dos pontos de rodagem são mais fáceis de detectar, no entanto, pelo vÁ­deo que foi colocado no Youtube mostrando o ponto de vista do carro e como ele enxerga o trÁ¢nsito, o Autopilot do Tesla se saiu muito bem.

Alheio aos belos prÉdios e monumentos da cidade, as cÁ¢meras, radares e sensores ultrassônicos detectaram sem problemas o caminho certo a seguir, alÉm de todos os obstáculos que deveriam evitar, em especial o grande nÁºmero de pedestres que estavam pelo caminho. No vÁ­deo É possÁ­vel entender como o Autopilot da Tesla diferencia bicicletas, motocicletas e pedestres, alÉm da faixa de trÁ¢nsito onde É possÁ­vel dirigir e onde não É possÁ­vel dirigir; desta maneira ele não sobiu em nenhuma calcada e muito menos passou direto em nenhuma rotatória.

Outro ponto de destaque no vÁ­deo – que está logo abaixo para você assistir – É como o sistema detecta a velocidade e a localização dos carros ao seu redor, identifica em qual faixa está cada carro, monitora a velocidade de deslocamento em tempo real para tomar a decisão de como seguir o seu caminho.

Em teoria o Autopilot Tesla É mais eficiente que um humano ao dirigir por sua capacidade de monitorar ao redor de todo o carro ao mesmo tempo.

Como nem tudo É perfeito, o sistema apresentou pequenos erros que não geram perigo ao trÁ¢nsito, você poderá identificar no vÁ­deo:

– 2m23s: identifica um contÁ¨iner de lixo como se fosse um caminhão estacionado,
– 5m52s: identifica um cartaz publicitário em um poste de luz como se fosse um pedestre aguardando para atravessar a rua,
– 14m00s: não identificou um Renault Megane que fez uma curva Á  direita de forma brusca Á  frente do carro que trefegava Á  sua frente.

De qualquer maneira estes erros ainda limitam o carro para que seja liberado a dirigir de forma 100% automática em grandes cidades.

Confere o vÁ­deo logo abaixo:

SIM, NÁ“S TEMOS TELEGRAM E SE VOCÁŠ TEM TAMBÉM CLICA LOGO NO LINK AÁ E CONHECE O NOSSO: https://t.me/gpspezquizaoficial

.