Direitos Autorais: Brasil castiga população e Inglaterra afrouxa a lei para os sÁºditos da Rainha

657

Enquanto os brasileiros veem a cada dia o Congresso Nacional votar leis de direitos autorais que podem acabar com a vida de qualquer pessoa que faça uma simples cópia de uma mÁºsica em mp3 para o seu celular, na Inglaterra, que costumava ser um paÁ­s muito mais repressor, o governo resolveu voltar atrás com as proibições.

O governo inglês editou uma lei permitindo que os seus cidadões copiem o conteÁºdo de cds, dvds e programas que passam nas canais de tv por assinatura dos quais eles são clientes.

A liberação não permite que se copie um cd ou dvd com proteção anticópia, ou seja, não É possÁ­vel tirar uma cópia exata de um dvd ou cd já que estes tem proteção contra esse tipo de ação, no entanto, a lei permite que o dono do cd o dvd ripe o seu conteÁºdo para mp3 ou mp4 para usar em qualquer outro dispositivo pessoal.

A mesma coisa vale para a programação de canais por assinatura, programas com proteção contra gravação não podem ir para outros meios, já os com sinal sem proteção poderão ser levados para outros dispositivos de uso pessoal.

A liberação já está causando protestos de empresas que vendem cópias digitais deste conteÁºdos, como a Apple com o seu Itunes, estas empresas não são a favor da liberação do conteÁºdo mesmo que a pessoa tenha comprado uma mÁ­da com aquele mesmo conteÁºdo, ou seja, a Apple quer que, mesmo você tendo um cd de um artista, para ouvir a mÁºsica dele no Ipod, você tenha que comprar a mÁºsica no Itunes.

O entendimento da nova lei da Inglaterra no entanto É diferente, se o cidadão comprou o conteÁºdo em qualquer mÁ­dia, isto significa que ele tem direito de levar esse conteÁºdo para qualquer dispositivo de uso pessoal que ele tenha sem precisar pagar nada a mais por isto.

Isto não significa que ele possa compartilhar este conteÁºdo com ninguÉm, ou seja, compartilhar mÁºsica e filmes na Inglaterra continua a ser crime.
inglaterra permite ripar cds e dvd

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here