[BOATO] CHINA ESTÁ FAZENDO OVOS ARTIFICIAIS E VENDENDO PARA TODO O MUNDO?

1639

Muito bem senhoras e senhores, esta notícia está correndo a internet brasileira e colocando medo naquelas pessoas que adotaram o ovo como o melhor alimento que existe para o ser humano:

– A China está produzindo ovos de plástico e vendendo estes ovos para todo o mundo como se fossem verdadeiros, as cascas são de plástico e o conteúdo interno deste ovo falso, que se parece com o verdadeiro, é feito com produtos químicos que fazem muito mal ao ser humano e provocam doenças graves ao longo de um certo tempo de consumo.

Se você não recebeu uma mensagem neste sentido ou algum vídeo mostrando os tais ovos falsos da China, os ovos de plástico, pode ter certeza que em breve você receberá esta notícia.

Muita calma nessa hora, muita hora nesta calma, este hoax roda o mundo todo há alguns anos e vem causando confusão por onde passa, principalmente naqueles países que são grandes parceiros comerciais da China, como a Índia, por exemplo.


Em 2016 houve uma polêmica danada entre Índia e China por conta dos tais ovos falsificados quando a Índia acusou os chineses de estarem inundando o mercado indiano com os tais ovos falsificados. Outros mercados, como o do Japão, também rapidamente aderiram a tal boato.

Pois bem, começaram a surgir diversos vídeos na internet mostrando o tal processo de se fazer ovos falsificados e posteriormente houveram reportagens de emissoras japonesas que foram até a China e conseguiram contatar trabalhadores que diziam produzir ovos falsos em cidades de áreas rurais da China (abaixo você assiste a um vídeo de uma destas reportagens). Os trabalhadores diziam que a produção de ovos falsos era caseira e que havia disponível na internet chinesa a receita para se fazer os ovos falsos. É bom se ter em mente que a China tem aproximadamente um bilhão de pessoas morando nas zonas fora dos grandes centros urbanos mais desenvolvidos e que vivem numa classificação econômica que nós consideramos como estado de miséria. Os entrevistados diziam que produziam os tais ovos falsificados por eles serem quatro vezes mais lucrativos que os ovos reais no entanto também alegam que já não é mais lucrativo produzir os ovos falsos pois os insumos para a produção subiram muito de preço e desta maneira não é mais possível obter lucro com a prática.

Se realmente é possível produzir ovos falsificados, chamados por aqui de ovos de plástico, seria possível os chineses inundarem o mercado brasileiro com tais ovos?

Vale a pena levar em consideração que os mercados próximos à China e que consomem ovos produzidos na região são imensos, são alguns bilhões de pessoas consumidoras de ovos e que, de acordo com a viabilidade logística da operação, serão o alvo principal da produção de ovos da China, seja de plástico ou de galinha. O ovo é um produto muito delicado e barato para ser transportado aos bilhões de unidades através do mundo, o lucro não compensaria a operação não é mesmo? Por aqui os chineses já ganham dinheiro a rodo com muitos outros produtos bem mais fáceis de lidar.

No Youtube é possível encontrar alguns vídeos comparando os tais ovos de plástico chineses com ovos verdadeiros e, olhando estes vídeos, nota-se que as características dos ovos que os indianos e japoneses dizem ser falsificados pelos chineses não existem nos ovos vendidos aqui no Brasil. Os tais ovos falsificados não tem a película entre a casca e conteúdo interno do ovo, por exemplo.

O que estaria motivando a tal onda contra os ovos vendidos aqui no Brasil?

Quando surge um boato a fim de abalar um mercado de algum produto muito consumido sempre podemos desconfiar dos interesses de outro mercado que vem perdendo receita por conta do aumento de consumo daquele produto que está sendo atacado pelos boatos.

Neste caso podemos levantar algumas hipóteses como, a onda fitness (moda de ser saudável e comer saudável) aumentou bastante o consumo de ovos já que os nutricionistas das dietas agora consideradas mais saudáveis e emagrecedoras elevaram o ovo a um patamar muito elevado, quase milagroso, de alimento perfeito.

Os produtores de ovos brasileiros precisaram aumentar a produção de ovos e muitos deles também resolveram driblar a cadeia de distribuição de produtos e vender diretamente para o consumidor final, que agora não se contenta em comprar uma cartelinha com seis ou doze ovos, compra logo e uma cartela com trinta, sessenta e até cento e vinte ovos de uma vez só.

Em grande parte do Brasil apareceram bancas e quiosques de rua vendendo trinta ovos por R$ 8 ou por R$ 10, rivalizando com o preço mais elevado nos supermercados e também rivalizando com outros produtos que foram substituídos pelo ovo na alimentação do brasileiro.

Pois bem, mistura tudo aí que a rivalidade pega fogo e o boato sempre foi uma das melhores maneiras de reequilibrar um mercado que estava pendendo muito para um produto.

Então basta buscar alguns vídeos na internet contra o produto, espalhar pela população esses vídeos através das redes sociais e deixar que o povo comece a desconfiar e tirar suas próprias conclusões sobre o assunto e está feita a confusão.

Outro fator muito importante é que o Brasil não importa ovos da China, ou seja, estes ovos todos teriam que entrar clandestinamente em nosso mercado, pense na quantidade, volume e logística que você vai entender que isto é praticamente impossível de se fazer em silêncio.

Estariam os ovos brasileiros então 100% livres de problemas e, passado o boato, eles continuam sendo a oitava maravilha do mundo?

A coisa não é bem assim, como eu disse acima os produtores de ovos precisam produzir bem mais e para isto, entre outras coisas, precisam que cada galinha poedeira ponha muito mais ovos por dia para aproveitar a chance de lucrar mais com a demanda de mercado.

A mágica então acontece na ração para aves poedeiras desenvolvida pelas indústrias de rações (químicas) que abastecem este mercado e que, como efeito colateral, estas galinhas põem muito mais ovos que uma galinha criada naturalmente. Os produtores dizem que uma galinha poedeira põe um ovo por dia, as pessoas que criam naturalmente dizem que uma galinha criada desta maneira põe um ovo a cada dois dias.

Além disto vem a questão da qualidade da ração que influencia na qualidade e aspecto do ovo, os ovos criados com ração para poedeiras tem aspecto de menor qualidade do que os ovos daquelas galinhas criadas com ração de maior qualidade nutritiva e menor quantidade de química. É fácil encontrar relatos de produtores rurais que tiveram problemas com algumas rações para poedeiras, entre os quais, as galinhas produzirem ovos sem casca, somente com a película.

A qualidade da ração também muda a cor da gema e o aspecto da casca e da película do ovo, o cheiro e o gosto também se diferenciam mas este aspecto só é percebido por aquelas pessoas acostumadas com os ovos de galinhas criadas naturalmente.

Para quem tem condições de ter a sua própria criação de galinhas e as manter com a alimentação o mais natural possível, ótimo, caso contrário, os ovos que estão disponíveis no mercado brasileiro estarão sim afetados por muitas químicas que entram desde a geração até a criação das galinhas poedeiras, é o que temos e não tem como fugir disto.

Assista abaixo a reportagem de uma tv japonesa sobre os ovos falsos feitos na China, é possível colocar legendas em português nas opções (engrenagem) do player de vídeo do Youtube.

.