“Como usaram o meu Facebook para ASSALTAR a minha casa!”

1038

Não, graças a Deus não foi a minha casa que foi assaltada, mas hoje recebi um e-mail do Rui Ludovino, famoso especialista em marketing online, narrando a seguinte história:

Hoje recebi uma chamada de um amigo meu no Skype que me disse

“Rui, fui assaltado!

Sai de casa para ir à academia, e nas duas horas em que estive fora, durante o dia, os ladrões entraram em minha casa, revistaram tudo, roubaram algumas coisas, e saíram antes de eu voltar.

lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo
lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo

Os policiais disseram (e eu suspeito que estão certos) que eles me tinham como alvo.

Era muito para ser coincidência.”

O que eu respondi:

“Amigo, sabes como foi isso?

É que você sempre que vai à academia, posta fotos no Facebook do que está fazendo lá…

…todo o mundo sabe quando e com que frequência você vai lá e deixa a casa vazia e por quanto tempo.”

Ora aqui está uma bela lição.

Por isso é que eu só posto fotos no Face DEPOIS das coisas acontecerem.

Assim ninguém sabe do meu “ritmo” de vida.

Isto está acontecendo cada vez mais: os ladrões usando o Facebook para saberem quando vão assaltar você.

E muitas pessoas se sentem violadas.

O que eu acho? Acho que me sentiria idiota por deixar isso acontecer depois de saber como.

Podemos fazer MAIS para prevenir isso, certo?

Aqui em Goiânia tem aumentado muito o número de assalto às residências, e uma das coisas que tem deixado algumas pessoas mais vulneráveis é justamente o excesso de informações sobre a rotina pessoal que estas pessoas estão passando através das redes sociais.

Que me perdoem as mulheres, mas são elas as que mais postam informações que não deveriam vir a público de imediato, nas redes sociais.

Aí uma pessoa posta, a outra pessoa dá um like e compartilha, e desta maneira o ladrão vai ficando municiado de informações sobre a vida da pessoa, que carro tem, onde mora, o que tem dentro de casa, o que tem na geladeira, quais eletrônicos tem em casa, qual celular, qual computador, se compra roupas caras, se tem dinheiro para instalar som caro no carro, que horas sai de casa, se mora sozinho, se a casa fica sozinha com pessoas de mais idade ou só com crianças…

É dar muito mole para o azar não é mesmo?

Eu sei que é muito legal compartilhar com amigos nas redes sociais, mas o que pode ser uma simples interação com conhecidos tem um grande potencial para se tornar um pesadelo.

Todos tem que lembrar que não estão sozinhos no mundo e infelizmente o número de pessoas prontas para praticar crimes de roubo e outras atrocidades tem crescido bastante.

Se proteja, converse com a sua família para que todos sejam mais discretos nas redes sociais, não dê mole para usar para acabar virando mais um caso nas estatísticas de violência no Brasil.