Operadora chilena quer operar em toda a AmÉrica do Sul, diz que vai bater duro na pirataria e que algumas operadoras tambÉm agem na ilegalidade

633
Konrad Burchardt, CEO da operadora chilena de tv por assinatura Tuves HD resolveu soltar o verbo contra as grades questões da tv por assinatura no Chile e na AmÉrica do Sul.

Segundo ele a Tuves está se preparando para muito bem breve aumentar a sua área de atuação e conquistar os mercados da Argentina, Colombia, Panamá e Ecuador.

E não só de tv por assinatura quer viver a Tuves chilena, ela tambÉm pretende entrar no mercado de banda larga via satÉlite, telefonia móvel, video on demand gratuito e tambÉm por assinatura.

Mas antes de ver estas suas idÉias se tornarem realidade, Burchardt está mesmo É preocupado com a pirataria de sinal da tv via satÉlite que afeta os satÉlites Amazonas e StarOne C2 e alcança toda a AmÉrica Latina.

Para o CEO da Tuves chilena, o nÁºmero de receptores que desbloqueiam ilegalmente o sinal das operadoras no Amazonas e C2 já É tão grande quanto o nÁºmero de assinantes oficiais. Quanto a esta situação nós aqui do GPS.Pezquiza.com discordamos, apesar do mercado brasileiro não ter sido sitada pelo Sr. Burchardt, o Brasil ainda não está tão parasitado assim, mas alguns paÁ­ses de lÁ­ngua espanhola estão mesmo numa situação preocupante quanto a pirataria da tv paga.

Burchardt diz que É necessário educar o povo para que este tenha mais responsabilidade social e não use este tipo de subterfÁºgio ilegal para assistir televisão, disse tambÉm que os governos da AmÉrica do Sul são frouxos e não criam logo uma legislação consistente contra o problema, tambÉm acha necessário se adotar codificações que realmente impeçam a pirataria do sinal das operadoras e diz que o sinal da Tuves É inviolíel e para finalizar acusou que várias operadoras de cabo legalmente constituidas agem de forma ilegal na distribuição de pacotes de tv por assinatura.

É mais uma grande operadora a pressionar os governos a combater com mais vontade a pirataria contra as tvs por assinatura que vem comendo pelas beiradas o mercado das operadoras na AmÉrica do Sul.

A situação É complicada já que mesmo que se adote a mais complexa codificação dos canais pagos sempre existe uma maneira de se distribuir estes canais, como constatamos no artigo Já existe solução para o fim dos Azbox, AzamÉrica, Duosat, Probox, Evolutionbox e similares

tuves hd

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here