NOVO SATÉLITE PARA A POSIÁ‡ÁƒO ORBITAL 47,5W FOI LANÁ‡ADO NESTA QUINTA FEIRA, 25 DE JANEIRO mas houveram problemas nos estágios finais em órbita

2290

Foram lançados na noite desta quinta feira 25 de janeiro, a partir do Centro Aeroespacial de Kourou, na Guiana Francesa, os satÉlites SES-14 e Al Yah 3, ambos devem atender ao Brasil e outros paÁ­ses na AmÉrica Latina e África.

Em especial o satÉlie SES-14, que será controlado a partir de HortolÁ¢ndia-SP, será focado em telecomunicações com serviços de telefonia, televisão e internet e ocupará a posição orbital 47,5W.

O SES-14 É um satÉlite que terá propulsão exclusivamente elÉtrica contando com um sistema de elÉtrico de plasma para as suas manobras orbitais, inclusive para as manobras necessárias para as manobras iniciais que lhe permitirão alcançar a sua posição orbital.

Por contar com propulsão elÉtrica o SES-14 tornou-se um equipamento mais leve e com maior capacidade para carregar equipamentos para telecomunicações, está otimização de espaço fÁ­sico no satÉlite permitiu uma parceria inÉdita entre a SES e a Nasa pela qual o SES-14 agrega em seus equipamentos um equipamento da Agência Espacial Norte Americana, o payload Gold, que será usado pela agência para estudos cientÁ­ficos da relação entre o Sol e a Terra.

A Nasa nunca havia fechado este tipo de parceria antes para agregar equipamento cientÁ­fico seu em um satÉlite de uso comercial, o sucesso da operação permitirá Á  Agência economizar milhões de dólares em relação ao uso de um satÉlite próprio.

O SES-14 servirá ao DTH (tv via satÉlite) e Direct to Cable com seus feixes otimizados de Banda Ku e tambÉm servirá telefonia móvel e serviços de dados marÁ­timos e aeronáuticos na região.

Estão previstos os lançamentos de mais dois satÉlites da SES, são eles o SES-15 e o SES-16 ainda para este ano de 2018.

ATENÁ‡ÁƒO: A ARIANESPACE ACABA DE INFORMAR, ÀS 21H25 QUE HOUVE UMA ANOMALIA NAS FASES MAIS AVANÁ‡ADAS DO LANÁ‡AMENTO E QUE PERDEU CONTATO COM OS SATÉLITES SES-14 E AL YAH 3