Nova versão dos foguetes lançadores de satÉlite Ariane vem aÁ­

872

A Agência Espacial Europeia (ESA) aprovou na Áºltima terça-feira o projeto final de um foguete de Áºltima geração, Ariane 6, destinado a manter a Europa no topo do mercado foguetes para lançamentos de satÉlites.

Os ministros da ESA deram sua aprovação polÁ­tica para o projeto ao se reunirem em Nápoles, Itália, em novembro passado, e desde então os especialistas da agência estão trabalhando com a indÁºstria espacial da Europa para elaborar o projeto.

O Ariane 6 está sendo projetado como um foguete lançador de baixo custo capaz de colocar uma Áºnica carga entre três e seis e meia toneladas em órbita geoestacionária no limite do espaço onde ficam localizados os satÉlites de comunicação em torno do nosso planeta.

O foguete lançador e atual carro-chefe da ESA É o Ariane 5, maior e altamente confiíel, ele É um lançador com capacidade para mÁºltiplas carga que no entanto É muito caro para operar.

O Ariane 5 requer um investimento anual de 120 milhões de euros e já não está mais conseguindo concorrer com os lançadores de foguetes americanos que oferecem custo bem menor e estão dominando este mercado.

Num comunicado Á  imprensa, a ESA disse que o projeto do Ariane 6 será para um veÁ­culo de três estágios.

Se tudo correr bem o Ariane 6 fará seu vôo inaugural em 2021 ou 2022, se tornando o principal foguete lançador da Europa para a próxima dÉcada. A previsão É que o Ariane 6 terá um custo de lançamento 30% mais barato que o Ariane 5, que É de cerca de 100 milhões de Euros por cada seis toneladas de satÉlite.

O investimento previsto para o desenvolvimento do Ariane 6 É de quatro bilhões de euros e será bancado pela França e pela Alemanha, que serão os paÁ­ses que deverão sediar as indÁºstrias envolvidas com o desenvolvimento e construção do Ariane 6.

AlÉm disto tambÉm foi aprovado um projeto intermediário para o Ariane 5, chamado Ariane 5 ME, Midlife Evolution, que terá um investimento de dois milhões de euros e deverá estar pronto para uso em 2017.

O Ariane 5 ME terá uma capacidade de carda de dois satÉlites de atÉ cinco toneladas cada com economia de 20% de custo de lançamento em relação aos atuais Ariane 5.

Os foguetes Ariane 6 deverão incorporar tecnologia do Ariane 5 ME por questões de economia de tempo e investimento financeiro.

Os foguetes Ariane 5 são usados na base de lançamento na Guiana Francesa e levam para o espaço a maioria do satÉlites que atendem ao Brasil, AmÉricas e grande parte da Europa e África.

nova geração dos foguetes lançadores de satÉlite Ariane
Nova geração dos foguetes lançadores de satÉlite Ariane chega ao mercado em breve, Ariane 6.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here