Preso vendedor de receptor de tv pirata e dono de servidor de cardsharing

1501

Após ter sido denunciado por um empregado da NET TV, um homem foi preso na Áºltima sexta-feira em Joinville-SC, por estar vendendo receptores de tv por assinatura pirata.

Ele mora no bairro Boa Vista, zona leste do municÁ­pio, local onde ocorreu a prisão.

Como vem acontecendo nos Áºltimos casos de prisões e apreensões de receptores piratas, as informações são bastante desencontradas.

O que os investigadores divulgaram foi que o homem que foi preso, um cidadão de 37 anos, modifica a parte eletrônica dos aparelhos para que estes pudessem abrir os canais das operadoras de tv por assinatura.

No entanto, os policiais tambÉm informaram que apreenderam na casa do sujeito diversos receptores de tv pirata prontos para serem comercializados e tambÉm decodificadores de tv por assinatura usados para o funcionamento de um servidor que mantinha ativos os receptores piratas comercializados.

Informação mais estranha era de que o preso não vendia os receptores piratas, os mantinha em comodato na casa dos clientes enquanto valesse o contrato entre as partes para a abertura dos canais de operadoras de tv por assinatura de forma pirata.

Nem É necessário pensar muito para saber que na realidade a coisa não funcionava bem assim, já que ele mantinha um servidor de cardsharing para vender o serviço aos clientes dele, com certeza para se garantir ele vendia os receptores piratas e cobrava uma mensalidade pelo cardsharing.

Não que não exista um esquema de pirataria em que os receptores ficam na casa do cliente por meio de comodato, sim, isto existe e por incrÁ­vel que pareça É feito com receptores originais das operadoras de tv por assinatura, mas isto já É assunto para outra matÉria.

Se bem que pela foto apresentada dos receptores apreendidos na delegacia da PolÁ­cia Civil haviam tanto receptores de operadoras quanto receptores piratas.