CUIDADO!!! TV BOX ESTÃO NA MIRA DOS HACKERS POIS SÃO 6 VEZES MAIS FÁCEIS DE INFECTAR COM VÍRUS E MALWARE

1056

Hackers estão explorando uma tendência de consumo crescente, o uso de dispositivos e aplicativos ilícitos para acessar filmes pirateados, programas de TV e programação ao vivo, para espalhar malware e explorar usuários desavisados, segundo uma investigação da Digital Citizens Alliance.

Ao longo da investigação, que foi realizada em um período de nove meses, a Digital Citizens observou malware de aplicativos de pirataria roubando nomes de usuário e senhas, investigando a tráfego de rede através do roteador de usuários e sorrateiramente instalando dados nos aparelhos de seus usuários, sem o consentimento e nem o conhecimento destes.

Os investigadores também descobriram um esquema ilegal para gerar receita com contas da Netflix roubadas e anúncios de marcas premium.

A investigação da Digital Citizens foi realizada em conjunto com a Dark Wolfe Consulting, uma empresa de segurança cibernética especializada em segurança de rede, testes de penetração e coleta de malware direcionada por meio de honeypots personalizados. As principais conclusões da investigação incluíram o seguinte:

lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo
lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo

– Assim que um pesquisador/usuário fez o download do filme ilícito e do aplicativo de transmissão de esportes ao vivo “Mobdro”, o malware dentro do aplicativo encaminhou o nome e a senha da rede WIFI do pesquisador/usuário para um servidor que parecia estar na Indonésia.

– O malware detectou a rede do pesquisador/usuário, procurando por vulnerabilidades que permitissem o acesso a arquivos e outros dispositivos conectados na mesma rede. O malware carregou, sem permissão, 1,5 terabytes de dados nos dispositivos conectados na rede do pesquisador/usuário.

– São os próprios usuários que estão ajudando os hackers, permitindo que eles ignorem a segurança crítica da rede, conectando os dispositivos diretamente a uma rede doméstica.

– Os pesquisadores descobriram um esquema inteligente que permitiu que criminosos criassem sites de streaming que fingissem ser serviços de streaming bem conhecidos, como o Netflix, para facilitar o acesso ilegal a uma assinatura legítima de um assinante real da Netflix.

A mudança para o streaming da pirataria espelha a mudança para o streaming global. Estima-se que 12 milhões de pessoas na América do Norte sejam usuários ativos de aplicativos e dispositivos de pirataria. E o uso parece ter um preço: uma pesquisa de opinião da Digital Citizens com 2.073 americanos descobriu que aqueles que usaram esses dispositivos e aplicativos têm seis vezes mais probabilidade de ter relatado um problema com malware nos últimos 18 meses.

O que a investigação mostra é que, à medida que a pirataria muda de sites e downloads para dispositivos do tipo TV Box e aplicativos como o Kodi, os hackers estão se adaptando e descobrindo novas maneiras de explorar os consumidores deste aparelhos e aplicativos, segundo o diretor executivo da Digital Citizens. Os consumidores acham que esses TV Box são como um Apple TV ou um Roku, mas eles têm uma diferença distinta: eles têm pouco ou nenhum incentivo para proteger seus usuários de qualquer tipo de ataque hacker contra os dados destes usuários. Em outras palavras, eles são dispositivos perfeitos para hackers, devido à excessiva confiança que os usuários entregam para estes dispositivos piratas.

Embora a maioria dos americanos esteja familiarizada com esses TV Box, na mesma medida não estão familiarizados com o funcionamento pleno deles ou com os riscos que podem representar às informações que compartilham pelo próprio aparelho ou pela rede de dados em que o TV Box está conectado. De acordo com a pesquisa da Digital Citizens, 59% disseram que “a maioria dos consumidores provavelmente não está ciente dos riscos de segurança que podem ocorrer ao conectar um desses dispositivos a uma rede doméstica e, se eles soubessem, seria muito menos provável que eles permitissem a conexão de uma TV Box em suas casas.”

Embora a ameaça seja relativamente nova para dispositivos ilícitos e aplicativos piratas, as táticas seguem um padrão que a Digital Citizens descobriu em pesquisas anteriores: atrair consumidores com ofertas de conteúdo gratuito, infectar aqueles que mordem a isca, com malware e roubar informações pessoais vitais, como nomes de usuário e senhas.

Em 2015, uma investigação da Digital Citizens descobriu que 1 em cada 3 sites que oferecem conteúdo pirateado expunha os consumidores a malwares que podiam roubar informações pessoais e financeiras e assumir o comando de seus computadores para lançar ataques.

Dados os riscos emergentes de pirataria da cibersegurança, é necessária uma pesquisa adicional sobre o impacto potencial de dispositivos habilitados para Kodi e aplicativos de pirataria. Mas mesmo considerando o que já sabemos, eles sugerem medidas que devem ser tomadas para limitar o risco. Esses incluem:

– A aplicação da lei deve priorizar a investigação e o processo penal dessas redes de práticas digitais criminosas.

– As agências de proteção ao consumidor, tanto em nível federal quanto estadual, devem alertar os consumidores sobre os riscos que os TV Box modificados para pirataria e os aplicativos de pirataria representam para a segurança cibernética e para seus dispositivos domésticos conectados.

– Agências governamentais e corporações devem avisar os funcionários sobre os riscos potenciais de usar esses os TV Box modificados para a pirataria e outros dispositivos como mesmo tipo de modificação, como celulares com o Kodi, por exemplo, nas redes de suas organizações, para que eles não se tornem um caminho para obter acesso a redes de agências ou roubar informações confidenciais.

– Mercados digitais, como eBay, Craigslist e Facebook Marketplace, devem -proibir a venda de dispositivos conectáveis que estejam modificados para a pirataria.

SIM, NÓS TEMOS TELEGRAM E SE VOCÊ TEM TAMBÉM CLICA LOGO NO LINK AÍ E CONHECE O NOSSO: https://t.me/gpspezquizaoficial