TELEFÔNICA TEM MUITO CONTEÚDO 4K PARA SUAS OPERADORAS… MAS VIVO BRASIL ESTÁ DE FORA

1234

A Telefônica tem operadoras de tv paga em diversos países que respondem pelo nome Movistar: Argentina, Chile, Colombia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, México, Nicaragua, Panamá, Peru, Uruguai e Venezuela; e tem a Telefônica/Vivo no Brasil, adivinha em qual delas as boas novidades para tv por assinatura do grupo Telefônica chega por último.

Muita gente vai falar que é por conta da língua já que a Movistar Espanha, que é a cabeça de chave do grupo, tem muitos produtos em língua espanhola e que fica mais fácil portar estes produtos para países de língua espanhola, mas a realidade é bem outra. A burocracia brasileira e a custo para se trazer conteúdos para o Brasil, além da crise que afetou as famílias brasileiras, é o fator decisivo para as operadoras relegarem o Brasil para o segundo plano quando se fala em modernizar a tv por assinatura.

    COLOQUE seu nome e e-mail abaixo para receber nossas notícias. +100 MIL PESSOAS já cadastradas!!!
    CHEQUE AGORA SUA CAIXA DE ENTRADA para ativar a inscrição no e-mail de confirmação que foi enviado para você

E desta nós assinantes brasileiros da Telefônica ficaremos de fora também: muito conteúdo 4K de filmes, séries e documentários, além de futebol e Fórmula 1, estarão disponíveis para os assinantes Movistar a partir de primeiro de outubro. Ainda não se falou em disponibilizar tudo para a Movistar aqui na América Latina, mas em pouco eles chegarã e se o Brasil continuar com essa cabeça de burro enterrada no quintal, nem em muito tempo chegará para nós assinantes da Vivo TV – sim, eu sou assinante da Vivo TV.

Outro fator determinante para não se conseguir disponibilizar esse conteúdo para o Brasil é a infraestrutura de internet. A Telefônica/Movistar aposta na internet para entregar seu conteúdo em 4K, com pouca coisa sendo transmitida em 4K via satélite, se depender da internet do Brasil para assistir o 4K vocês já sabem.

Aliás, outro papo sério que temos que ter por aqui é que as operadoras de tv por assinatura no Brasil estão de mal a pior e isto não é bom nem para os brasileiros e muito menos para os pirateiros. Esse mercado pode arrastar muita coisa junto com ele se afundar.