OI TV PERDERÁ OS CANAIS CARTOON NETWORK, TNT E + OUTROS EM JANEIRO DE 2020?

884

Há uma difícil negociação de renovação dos direitos de transmissão de canais da operadora Turner com a Oi TV, é verdade. É também verdade que se uma das partes não ceder um pouco, a partir de janeiro de 2020 a grade de canais da Oi TV deixará de ofertar alguns canais que são preferidos para o público brasileiro.

Cartoon Network e TNT são bons exemplos, Warner, iSat, Space, Boomerang, Tooncast, TBS, Boomerang e TNT Séries, entre outros, são canais da programadora Turner na América Latina.

Além dos canais a Turner também oferece acesso a plataformas online como Space Go, TNT Go, Ei Plus e Cartoon Network Go, algumas delas podem ser acessadas pelos assinantes da Oi TV sem o pagamento de nenhuma taxa extra.

A Oi TV no momento é a terceira operadora de tv por assinatura brasileira em número de assinantes.

lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo
lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo

A Turner tem investido na diversificação do conteúdo de alguns dos seus canais, estratégia que tem sido bem sucedida para ganhar mais audiência para a programação destes canais, no entanto, também é uma estratégia mais cara e este é, alegadamente, o principal motivo da disputa entre Oi TV e Turner.

A programadora de conteúdo não aceita renovar o direito de retransmissão dos canais, com a Oi TV, se esta não pagar um valor a mais do que paga atualmente por estes canais. Este valor a mais, se aceito, terá que ser cobrado dos assinantes da Oi TV, nesse caso não existe milagre de aumento de graça.

A Oi TV por sua vez diz que não há possibilidade de aumentar a mensalidade de seus assinantes já que o mercado está em crise, perdendo muitos assinantes, sendo um dos principais motivos para o decréscimo acelerado da tv paga neste ano de 2019 o valor da mensalidade que é considerado, pelos assinantes, maior do que a maioria está disposta (ou possibilitada) de pagar.

Se aumentar a mensalidade, a Oi TV, única operadora de tv paga que tem ganhado assinantes ao invés de perder, está arriscando a ver a situação se inverter. Se perder os canais da Turner o risco é o mesmo.

Qual é a solução então que irá sair dessa queda de braço, sendo que restam somente três semanas para que a situação se resolva?

A opção mais viável seria chegar a um meio termo no acréscimo de valor à mensalidade dos assinantes da Oi TV, usando uma estratégia para tentar amenizar o susto dos assinantes. Primeiro se anúncio que a Turner pode pedir um valor bem mais alto para continuar com os canais na Oi TV, posteriormente, perto do prazo de fechamento dos canais na operadora, anuncia-se que houve nova negociação e que o valor será (ufa) bem mais baixo que o que a Turner desejava… Aí é ver se o espanta cliente não será grande, preparar o telemarketing para negociar bastante com quem quiser cancelar, aquela história toda de negociação por telefone com a operadora que todo mundo já conhece.

Outra solução que também leva a uma perda para os clientes é tirar alguns canais de menor apelo e audiência da grade de programação da Oi TV, alguns daqueles canais que são colocados para aumentar o número de canais disponíveis e o assinante poder falar orgulhoso que são mais de 100 canais (com 95 que ele não assiste). Dessa forma zera-se ou ameniza-se bastante o tal aumento.

Quem sabe faz-se um ajuste no combo, no valor da internet e outros produtos para os novos clientes, ajustando a política agressiva de preços da operadora nessa área pode-se chegar à equação necessária para manter os canais Turner na Oi TV.

Sejamos sinceros, sem Turner é que a Oi TV não pode ficar, seria um tiro no pé e bastante prejudicial, inclusive para a venda de outros produtos interessantes da operadora, como o Oi TV Livre e o Smarty.

Resta saber se a Oi tem espaço no orçamento para cobrir a diferença (pela última demonstração financeira da empresa não tem), se vai repassar para os assinantes procurarem um espaço no próprio orçamento…

Entra pro nosso canal no Telegram clicando aqui, clica agora aí vai!

.