OI TV LIVRE VAI VIRAR OI TV PRÉ PAGO? MUDANÇAS A PARTIR DE 27/08

3897

O leitor Rafael enviou para o GPS.Pezquiza.com (richardelima@gmail.com) o seguinte e-mail, sobre mudança no produto Oi TV Livre:

Bom dia Richard,

Aproveito para dar parabéns ao site e aos canais do Youtube, continue nos informando sobre satélites e tecnologia, distribuindo conhecimento e informação, parabéns.

Venho através deste pedir uma pauta sobre o possível fim do OI TV “Livre”, passando a ser pré-pago, nos moldes da Claro.

lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo
lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo

No fórum, https://www.htforum.com/forum/threads/clube-oi-tv-hd-livre-bri.227133/page-202 foi inserido um print de um documento informando que na data de hoje, 27/08/2019, o serviço OI TV Livre estará disponível no modelo atual, no “plano livre”, sem mensalidade por 2 anos. Após 24 meses o serviço será bloqueado até que o cliente faça uma recarga para manter o serviço.

O mesmo serviço, diz a nota, relata valores de renovação da recarga serem, 50% menor que o da concorrência, será que vão cumprir mesmo?

Lembrando que os receptores da OI são, em média, 3 á 4 vezes mais caros que a SKY e Claro, será que irão:

-Abaixar o valor dos receptores para ganhar da concorrência ?

-Manter o valor de rebate (desconto em planos pagos e menores que o do comodato)?

Por fim, seria realmente que tem empresa tendo “informações privilegiadas”, já que a SES está fazendo teste de canais abertos no satélite SES 10 (A OI usa o SES 6) e ganhar com a abrangência do SATHD Regional?, e outros receptores digitais, já prevendo uma perda de clientes dos planos pré-pagos, isso porque temos inúmeras antenas banda KU nos telhados que estão apenas sendo enfeite de parede?

Realmente tem muita água para rolar, e clientes cancelando o OI TV Livre, sendo a OI TV a única operadora a não perder clientes nesse período de crise e redução de custos.

Segue abaixo a nota vinda do Diretor de Marketing da OI

Atenciosamente,

Rafael

O conteúdo da Nota citada pelo Rafael é o seguinte:

Caro Parceiro Oi TV.

Já levamos o sinal da Oi TV a mais de 3 milhões de domicílios atualmente e esse resultado não aconteceria sem o relacionamento que estabelecemos ao longo dos anos. Nossa relação é importantíssima para o crescimento da Oi TV e nossa intenção é que assim continue. Portanto, com objetivo de ser o mais transparente possível, entendemos ser fundamental este comunicado informando a efetivação de algumas mudanças no plano Oi TV Livre.

Desde 2016, o Brasil iniciou o processo de digitalizaçâo do sinal de TV. A mudança passou a permitir que as programadoras de TV aberta pudessem cobrar pela disponibilização do seu sinal não só para as novas vendas, mas também para a base acumulada. Essa alteração faz com que algumas mudanças sejam necessárias no modelo do Plano Livre, objetivando a sustentabilidade do modelo de negócio atual.

Nos desafiamos aqui na Oi a construir uma alternativa que trouxesse o menor impacto possível em nossa cadeia de venda e relacionamento: cobrar pelo plano Livre apenas após o fim do prazo contratual. Vale destacar que o contrato atual do Plano Livre prevê a disponibilização dos canais abertos por 2 anos e afirmamos aqui que manteremos este benefício. Em nossa visão, o modelo de negócio com o Plano Livre é vencedor e esperamos que continue assim. Nosso objetivo com essa alteração foi manter o modelo de negócio sustentável e ao mesmo tempo o mais parecido possível com o atual. O preço estabelecido para a recarga de renovação será. pelo menos. 50% mais baixo que nosso principal concorrente.

Portanto, os clientes com contrato expirando a partir de 27 de agosto de 2019, terão seu sinal de TV suspenso e a normalização do sinal estará vinculada a uma recarga. Essa nova regra impacta tanto os clientes mais antigos – que tèm contrato de cinco anos de duração quanto clientes mais novos – com contratos de dois anos de duração (a partir de janeiro de 2018).

Importante ressaltar novamente que nosso cliente que adquirir o equipamento da Oi TV continuará aproveitando os dois anos de gratuidade de seus canais do plano Livre (também com degustação do plano Oi TV Mix nos primeiros 30 dias). A mudança apenas impactará o cliente após o fim do período contratual.

O cliente com contrato vencido terá todo o suporte da Oi e da Elsys para a contratação da recarga de renovação através do 0800 282 9542 Pedimos que. em caso de dúvidas, direcionem seus clientes a entrarem em contato através desse telefone.

Por fim. entendemos que toda mudança traz a necessidade de algum tipo de adaptação de todos os envolvidos e. mais uma vez. contamos com vocês para a manutenção do ótimo resultado que conquistamos juntos.

Um abraço.

Vamos então às considerações sobre as “mudanças” no Oi TV Livre.

Essa questão de mudança de prazo contratual no Oi TV Livre não é nova, inclusive já foi discutida aqui no GPS.Pezquiza.com há meses com um questionamento de uma cliente que tinha o medo, justamente, de o Oi TV Livre suspender o sinal dos canais abertos depois do fim do prazo contratual. Questão essa que naquela época ficou em aberto, poderia ou não ocorrer? Seria somente uma cláusula de segurança ou a Oi pretendia mesmo suspender os canais abertos no prazo contratual?

Como estamos vendo agora, não era apenas uma cláusula de segurança, a operadora já sabia da inviabilidade econômica de manter o prazo de cinco anos de sinal liberado das emissoras abertas.

Apesar de muito chato para o cliente, já que na prática ninguém pede detalhes do contrato quando vai comprar esse tipo de produto Livre e muitos vendedores nem sabem desses detalhes, eles vendem como se o produto fosse continuar livre podendo até ser repassado como herança da família, mas o que vale é o contrato. Note que no comunicado aos seus parceiros comerciais a parceria Oi/Elsys reconhece que tem muitos clientes com contrato de 5 anos de sinal liberada e confirma que irá honrar esses 5 anos de contrato.

Muito melhor que uma outra operadora aí que negou os contratos lifetime de seus produtos Livre e quando deu na telha começou a cortar todo mundo e cobrar recarga. A proposta da Oi é diferente, quem tem contato de 5 anos vai receber os 5 anos no prazo contratual da data da ativação do aparelho. Quem tem contrato de 2 anos vai receber até findar os 2 anos a partir da ativação do aparelho.

A Oi/Elsys enviou esse comunicado aos seus parceiros, nesse momento, pois há contratos com prazo de vencimento muito próximo (acredito que os de prazo de 5 anos já tem até vencidos) cujo sinal já começará a ser cortado e o cliente precisará pagar recarga para reativar. O comunicado já é pra deixar os revendedores de sobreaviso de que o cliente virá em cima da revenda querendo saber o que está acontecendo e que o sinal seja reativado sem pagamento (afinal na cabeça de muitos não há a informação de que havia um prazo no contrato para o sinal ser cortado).

A novela será bem parecida com a da concorrente do logo vermelho, mas como contrato é contrato, não há o que recorrer à justiça.

Eu particularmente não acredito em mudança de preço dos aparelhos Oi TV Livre, mas pelo que entendi aí no comunicado a Oi está dizendo que vai baixar ainda mais o preço da recarga dos canais fechados, o que é bem interessante, já que o produto Oi TV Livre possibilita a ativação de até 5 pontos no mesmo CPF, bastando pagar a recarga apenas para 1 ponto e todos os outros estarão com o mesmo pacote liberado.

Vale ressaltar que essa necessidade de recarga para ter os canais abertos foi provocada pelas emissoras e não pela operadora e sua parceira. As emissoras passaram a ter direito de cobrar pelo uso de seu sinal digital sendo transmitido através do satélite pelas operadoras de tv paga. Desta forma elas tem que receber de alguém para que o produto continue viável, senão o que ocorreria seria o fim dessa modalidade Livre.

Como o Rafael disse, de todas as operadoras de tv, a Oi é a única que tem conseguido ganhar clientes nesses últimos meses, enquanto as outras perdem. Os números de setembro de 2019 já poderão ser um bom termômetro para entender se a cobrança de recarga para canais abertos no Oi TV Livre irá impactar negativamente a Oi TV.