NAGRA CONQUISTA OPERADORAS DE TV NA AMÉRICA LATINA PARA PROTEGER TV VIA INTERNET

1720

Uma operadora de tv no Uruguai e uma no MÉxico contrataram a Nagra para a implementação de solução OTT (Over the Top), preparando-se para a nova fase de competição entre a tv por assinatura tradicional e novos modelos de venda de conteÁºdo em vÁ­deo atravÉs da internet.

A Nagra, alÉm da tradicional proteção do conteÁºdo digital, irá implementar para estas operadoras um solução completa para a oferta destas operadoras aos seus assinantes que vai desde um sistema avançado de nuvem para a distribuição da programação on demand a atÉ uma plataforma de entrega de conteÁºdo ao vivo com baixa latência, o que garante um menor lag – tempo entre a captura da imagem e a entrega da imagem ao espectador – do conteÁºdo ofertado.

A Nagra tambÉm alerta Á s operadoras que ainda não tem soluções mais avançadas para o OTT que as plataformas já estabelecidas neste mercado como a Netflix, Disney e Time-Warner-HBO estão aumentando o investimento tanto no conteÁºdo quanto no desenvolvimento e tecnologia para entregar ao consumidor o conteÁºdo da maneira como ele o quer consumir.

A Nagra tambÉm afirma que a nova era da tv por assinatura passa obrigatoriamente por novos modelos de negócio em que haverá mais liberdade de escolha para o consumidor, os assinantes precisam ter acesso ao conteÁºdo onde e quando desejam, tambÉm É necessário flexibilizar a participação dos assinantes e ofertar novas opções de pacotes baseados nos hábitos de consumo dos assinantes e em análise de dados.

AlÉm disto É necessário fazer parceria com a plataforma de terceiros e ter uma estrutura que permita a escalabilidade do conteÁºdo e de crescimento de acesso Á  plataforma sem comprometer a operação, e adverte que as soluções avançadas necessárias ao OTT custam caro, do ano passado atÉ agora as empresas aumentaram seus investimentos na área em cerca de 11%

A Nagra foca seus esforços na conquista de mais operadoras de tv da AmÉrica Latina para a sua solução OTT mas afirma que segue firme na proteção da tv por assinatura na região, e no combate Á  pirataria da tv por assinatura que compromete a tv paga tradicional.