Você precisa se aproveitar desta oportunidade, agora!

138

Nós estamos vivendo um momento bastante importante para todos nós brasileiros, no que diz respeito às nossas finanças pessoais. Não é hora de desperdição dinheiro, é hora de usar o que temos com sabedoria e, se possível, aproveitar oportunidades que irão nos proteger para o futuro em relação a gastos mensais dos quais estamos obrigatoriamente compromoetidos e, se não for toada uma ação, por tempo indeterminado.

Mais precisamente estou falando do gasto com energia elétrica e chamando a sua atenção para a oportunidade criada agora pelo setor de energia solar, em resposta à taxação que será imposta à energia solar on grid a partir de janeiro do próximo ano. Tantos as empresas responsáveis pela importação, venda e instalação dos sistemas de geração de energia solar quanto as empresas financiadoras melhoraram agressivamente seus preços, prazos e prestações para fechar o máximo de negociações nos próximos três meses, a fim de que os clientes possam entrar para a microgeração de energia conectada à rede elétrica nacional e se protegerem por 25 anos da tal taxação do sol que irá passar a vigorar para os clientes que conectarem sua microgeração de energia solar a partir de janeiro de 2022.

Esclarecendo mais resumidamente, se a pessoa instala e consegue que seu sistema de energia solar seja ativado pela concessionária de energia antes que o prazo de vigência inicial da nova taxação passe a vigorar, ela não precisará pagar a tal taxação pelo prazo dos próximos 25 anos a partir da instalação do sistema de energia solar dela. Se ela tiver seu sistema ativado após o início da vigência, aí ela passa a ter que pagar a tal taxação mensal de sua energia solar, que começa com 15% em 2023 e chegará a 60% em 2025.

Soma-se a este cenário a inflação e a possibilidade de escassez de equipamentos para a microgeração de energia elétrica nos próximos meses, fica fácil entender que a partir de janeiro de 2023 o preço de instalção do sistema de geração de energia solar, para o consumidor final, deverá subir consideravelmente. Colocando na ponta da caneta o valor já alto e anualmente reajustado da fatura de energia elétrica que se paga para a concessionária, a instalação de um sistema de geração de energia solar a partir de janeiro de 2023 continuará a ser um bom negócio; mas não chegará nem perto de ser o excelente negócio que está sendo ofertado neste momento.

Excelente como?! Você deve estar se pergutando.

Vou colocar dois exemplos aqui para você, e estes são exemplos reais, de um sistema para uso residencial e um sistema para uso comercial.

Sistema de geração de energia solar para uso residencial, quanto custa?

A média de consumo de energia elétrica para um família padrão brasileira (4 pessoas) é de aproximadamente 350 KWh mensais.

Aqui no estado de Goiás, o preço de 1 KWh já com a inclusão de impostos e taxas, na fatura do mês 04/22 foi de aproximadamente R$ 1,12 por KWh. Atenção: se você for calcular este valor na sua conta, atente-se para a necessidade de pegar o valor cheio, ou seja, o valor que você efetivamente está pagando pelo KWh e não simplesmente o valor declarado pela concessionária e pelo governo, pois geralmente estes valores omitem os agregados que você paga na sua conta de energia, em cima do seu consumo total de KWh.

Uma família consumindo exatos 350 KWh aqui em Goiás pagou R$ 392 de fatura de energia.

O reajuste anual da tarifa de energia para o estado de Goiás, que deve ocorrer em meados de outubro de 2022, deverá girar em torno de 16,54%. Com este reajuste o preço de 1 KWh poderá subir para algo em torno de R$ 1,31 e aquela conta de 350 KWh deverá subir para R$ 458,50. Um aumento de R$ 66,50.

Não podemos esquecer que a tarifa de energia elétrica tem reajuste anunal e deverá continuar a ser um reajuste alto, visto que há uma tendência de inflação persistente, não só aqui no Brasil, mas também no mundo, pois vivemos um momento de escassez de energia.

Para um consumidor que queira trocar a sua fatura de energia elétrica (paga mensalmente à concessionária) por um financiamento para o seu próprio sistema de geração de energia solar, ele tem a possibilidade de encontrar, aqui em Goiás, um sistema que irá gerar os 350 KWh que ele necessita (e até um pouco mais de excedente) pagando uma prestação mensal fixa de R$ 288. Esse valor é R$ 104 menor que o que ele paga em sua conta de energia atual (no estado de Goiás) e deverá ser R$ 170 menor que o valor da fatura reajustado no mês de outubro de 2022. Vale lembrar que a tarifa de energia (fatura de energia) é reajustada a cada ano enquanto a prestação paga pelo sistema é fixa.

Você não entendeu mal: vai sobrar dinheiro para o consumidor de energia elétrica que optar por instalar seu sistema de energia solar para gerar pouco mais (28KWh a mais) que os 350 KWh que ele consume mensalmente. De imediato sobra no bolso dele, todo mês, cerca de R$ 100 e quando a tarifa for reajustada daqui a poucos meses, sobrará aproximadamente R$ 170. Como bônus ainda deve sobrar todo mês 28 KWh para ele de crédito na concessionária de energia que serão acumulados mês a mês e ele poderá utilizar em até 60 meses esse crédito.

Se a sua cabeça bugou para entender o negócio, pois é um negócio tão absurdamente bom que não parece verdade, leia a simulação novamente pois é isto o que está acontecendo neste momento no mercado de energia solar.

É claro que para conseguir o financiamento que vai permiter pagar uma prestação tão baixa a pessoa precisa ter o seu crédito aprovado pela financeira.

Vamos então dar um exemplo de um sistema para uso comercial

Sistema de geração de energia solar para uso comercial, quanto custa?

Um pequeno negócio local, aqui no Brasil, como um restaurante, uma pequena pizzaria, etc., consome em média 2.000 KWh mensais.

Com esse consumo, aqui em Goiás, a fatura de energia no mês 04/22 foi de aproximadamente R$ 2.240,00. Com a previsão de reajuste para outubro de 2022, a fatura mensal deste consumidor deve subir para R$ 2.620,00. Um aumento de R$ 380.

Para este perfil de consumidor é possível financiar uma usina que atenda a necessidade de consumo dele e sobre um pouco, com uma prestação fixa de aproximadamente R$ 1.414,25. Essa prestação é impressionantes R$ 825,75 mais barata que a atual fatura mensal de energia do consumidor aqui em Goiás. A partir do reajuste em outubor de 2022, essa prestação deve ser R$ 1.205,75 mais barata que a fatura do consumidor. Novamente tenho que lembrar que a prestação é fixa e a fatura da concessionária tem reajuste anual, fora os penduricalhos que o governo coloca na conta de energia.

Além da imensa economia de dinheiro, já imediata também para este perfil de cliente, ele também deverá ter um excedente mensal de aproximadamente 78 KWh que será creditado junto à concessionária para uso futuro em até 60 meses.

Se a sua cabeça também bugou com esta informação, pois ela realmente é boa demais para fazer sentido, mas é real, leia novamente a simulação acima.

Essa possibilidade de financiamente tão vantajosa também está viculada à aprovação de crédito do consumidor junto à financiadora.

Em resumo: se você tem possibilidade de ter seu crédito aprovado para instalar o seu sistema de energia solar, a hora é agora pois está caindo uma oportunidade do céu para você. Se você ficar na mão da concessionária tudo indica que a fatura de energia elétrica vai morder uma parcela cada vez maior do seu salário ou faturamento mensal.

É óbvio que não será possível (e nem permitido pelo governo) que essas condições de financiamento para a energia solar se mantenham por muito tempo. Lembre-se, estamos em período eleitoral onde o governo faz algumas graças para o povo, a fim de conseguir se manter. Em poucos meses os juros para financiamento deverão subir bastante, impossilitando que se consiga condições tão boas de prestações quanto está sendo ofertando no momento.

Abre o olho, meu amigo, a hora é agora.

Se você é do estado de Goiás e quer saber mais informações sobre como conseguir condições assim, eu posso te ajudar, me envie um e-mail para richardelima@gmail.com pedindo mais informações sobre esse tipo de financiamento para energia solar. Pessoal de outros estados que também se interessarem, não tenho certeza que consigo os contatos corretos para lhes ajudar a conseguir, mas posso tentar se você me solicitar esta ajuda.

Compartilhe esta matéria com seus amigos para que eles também saibam desta oportunidade e continue no GPS.Pezquiza.com