Revoltado com Sky, NET e Globo, presidente do Esporte Interativo abre o verbo

854

Depois da vitória da seleção brasileira de Handebol no campeonato mundial, o presidente do canal Esporte Interativo soltou o verbo e mostrou toda a sua frustração e indignação com o esquema vigente na tv paga brasileira que impede que canais que possam concorrer com os canais Globosat não entrem nas duas principais operadoras de tv por assinatura do Brasil, Sky e NET.

Sim, a Globosat não deixa que Sky e NET, que detém juntas pouco mais de 60% dos assinantes de tv paga no Brasil, incluam o canal Esporte Interativo, um canal com milhões de telespectadores e que conseguiu seu sucesso transmitindo através das antenas parabólicas para todo o Brasil.

Confira o desabafo feito pelo presidente do Esporte Interativo, em resposta a uma publicação de Juca Kfouri elogiando a atuação da seleção brasileira de Handbol e a cobertura do Esporte Interativo.

O detalhe é que o Juca Kfouri é comentarista de esportes para a rádio CBN, que pertence às Organizações Globo.

“Juca, foi espetacular mesmo!

E a razão pela qual você não pode assistir na sua TV é a que você deve imaginar, sem poder dizer.

No Brasil não basta ter um canal de esportes que interesse ao apaixonado por esportes.

Não basta ter conteúdos de apelo inquestionável (Mundiais de handebol, judô e Taekwondo, Copa do Nordeste, Liga dos Campeões, Europa League, Supercopa da Espanha, final da Copa do Rei, BarçaTV etc.).

No mundo da competição livre do facebook, o Esporte Interativo é curtido por quase 8 milhões de pessoas, mais do que qualquer outro canal no Brasil.

Mas no mundo da competição controlada da TV Paga, em que as duas maiores operadoras do Brasil tem que perguntar a uma programadora se podem lançar um canal concorrente, é exatamente o contrário.

Quanto mais apelo, quanto mais sucesso, maior a barreira de entrada.

Mas o Esporte Interativo, assim como as nossas meninas guerreiras do handebol, não desistirá porque nosso time tem o que mais importa: o apoio dos que são verdadeiramente apaixonados por esportes (mais de 35 milhões nos assistem todos os meses, segundo o Ibope).

E nós e eles não desistiremos nunca!”

Presidente do canal Esporte Interativo revoltado com Sky, NET e Globo