[Record vs. Teixeira] Presidente da CBF cai pressionado pela Fifa, Governo Federal e PolÁ­cia Federal, que investiga denÁºncias feitas pela Rede Record

582

A Rede Record foi peça fundamental para a pressão que foi feita dentro do Brasil contra o agora ex presidente da CBF Ricardo Teixeira.

Apesar de Ricardo Teixeira ter renunciado por pressão de Joseph Blatter, presidente da Fifa, que ameaçou entregar provas de negócios escusos feitos por Ricardo Teixeira ao vender partidas de futebol da seleção brasileira, É inegíel que a situação de Ricardo Teixeira somente se tornou inviíel dentro do Brasil por causa de mais de dois anos de pressões e reportagens da Rede Record mostrando as falcatruas do presidente da CBF e como este estava queimado internacionalmente.

Somente após a pressão exercida pela Record É que a PolÁ­cia Federal resolveu investigar de verdade os negócios de Ricardo Teixeira e seu sogro, João Havalenge, que exerceram juntos poder sobre a CBF por 40 anos, e tambÉm sobre a Fifa, entidade da qual Havelange foi presidente.

A presidente Dilma Roussef tambÉm vinha se negando a participar de reuniões sobre a Copa do Mundo em que pudesse haver a participação de Ricardo Teixeira e estava fazendo uma verdadeira “queima” do ex presidente da CBF no Governo Federal.

A verdade É que Ricardo Teixeira já foi tarde, mas somente a sua saÁ­da não garante que o futebol brasileiro se livre da doença da má gestão e corrupção que já faz parte da cultura do esporte no paÁ­s.

Vale a pena acessar sites que realmente publiquem as histórias sobre a saÁ­da de Ricardo Teixeira da CBF, como o R7.com, e fugir do site da Globo, que É parceira do Sr. Ricardo Teixiera.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here