Mortes em reality show na França provoca intervenção governamental neste tipo de atração

685

A França deve criar uma comissão para discutir e regular o formato de atração reality show no paÁ­s, um tipo de programa que tem se tornado cada vez mais popular e produzido no mundo todo.

O que se discute na França, depois de duas mortes ocorridas em um reality show, É que o formato não respeita os limites da dignidade humana, seja dos participantes, dos telespectadores e mesmo da humanidade.

A martelada final no formato reality show na França ocorreu com a morte de um participante do reality show de resistência fÁ­sica Koh Lanta.

GÉrald Babin, de 25 anos, morreu ainda no primeiro dia do reality show, após passar mal durante uma prova e o mÉdico responsíel pelo atendimento do participante ter decidido remover o rapaz do local onde estava sendo gravada a prova para um hospital, utilizando um helicóptero.

GÉrald Babin sofreu uma parada cardÁ­aca dentro do helicóptero e chegou morto ao hospital.

Thierry Costa, de 38 anos, o mÉdico responsíel pelo atendimento de Babin no reality show, suicidou-se poucos dias depois, em um hotel no Camboja, local onde se gravava o reality show, por se sentir responsíel pela morte de Babin.

Testemunhas anônimas denunciaram então a produção do programa por ter proibido Thierry Costa de prestar os socorros necessários a Babin no local da prova, obrigando o mÉdico a remover o rapaz que acabou falecendo.

Depois desta segunda morte ligada ao reality Koh Lanta, a produtora do programa, Adventure Line Productions (ALP), decidiu suspender o programa.

Entre outras coisas o governo francês deve impor que os reality shows só possam ser exibidos após as 22 horas.
koh lanta

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here