Black Friday de confusão, frustração, fraude e apagão no Brasil

599
Como já era de se esperar, enquanto os americanos aproveitaram o Black Friday lá dos Estados Unidos para comprar produtos com 50% de desconto ou mais, aqui no Brasil sobrou muita confusão e falta de vergonha na cara por parte dos comerciantes.

Isto por que foram poucas as lojas que realmente fizeram alguma promoção diferente das que já estão acontecendo no dia a dia sem Black Friday, e mesmo as lojas que liquidaram alguma coisa, liquidaram pouco produtos e que não eram os que mais interessavam aos clientes.

As lojas online passaram a maior parte do tempo fora do ar, apagão geral, por conta do excesso de pessoas tentando acessar na esperança de encontrar ofertas fantásticas.

Mas quando as pessoas conseguiam acessar estes sites se deparavam com preços normais do dia a dia enfeitados com muita promessa e pouca oferta interessante.

Teve gente que se deixou levar pela enganação das lojas e comprou como se estivesse mesmo fazendo um ótimo negócio, mas a frustração foi tão grande que os Procons ficaram abarrotados de reclamações de propagandas enganosas e manipulação de preços que em todo o paÁ­s diversas empresas já estão sendo notificadas para que expliquem a propaganda enganosa.

E com tudo isto pudemos provar mais uma vez que respeito É uma coisa que o consumidor brasileiro ainda está longe de conquistar.

Nenhuma loja É obrigada a aderir ao Black Friday, atÉ por que este É um costume da cultura americana que os comerciantes brasileiros não são obrigados a adotar, mas se o comerciante entra na onda do Black Friday, ele É sim obrigado a oferecer produtos com preços realmente baixos, coisa que não aconteceu aqui no Brasil, num claro desrespeito com o consumidor brasileiro.

black-friday

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here