WhatsApp É um aplicativo pirata de telefonia e SMS comparíel Á  tv pirata?

947

Recebi hoje de manhã a seguinte pergunta do nosso leitor Jairson, atravÉs do facebook:

“Bom dia! Gostaria de ver sua opinião sobre a comparação entre os receptores de satelite piratas e o Whatsapp, não sei se já fez. O Whatsapp É um aplicativo que usa as conexões das operadoras sem pagar nada.”

Jairson, vamos lá, temos aqui dois bons exemplos de uso de recursos de operadoras de telefonia, internet e tv por assinatura, que apesar de parecerem similares estão em extremos bastante diferentes.

Mas só para levarmos em termos de comparação, o que É semelhante É que as operadoras de tv por assinatura ainda não perceberam que o modelo de venda de seus produtos, que permanece o mesmo desde que o homem inventou o primeiro telefone, esse modelo já É coisa do passado, e muito passado, o consumidor já não quer mais ser assinante dos formatos que as operadoras tentam empurrar na gente goela abaixo.

Tanto no caso da televisão quanto no caso da telefonia, atualmente o que todos os consumidores querem e precisam É de internet ilimitada e boa velocidade, ponto.

Vamos ao caso dos receptores de satÉlite e tv a cabo piratas:

O Brasil É um paÁ­s com tradição em redes de televisão aberta muito populares, ou seja, programação que o povo gosta de assistir e que não precisa pagar para ter acesso a esta programação.

O modelo de tv por assinatura usado no Brasil foi importado dos Estados Unidos, onde eles começaram precisando pagar para ter acesso ao sinal de emissoras de tv que tambÉm eram abertas mas que em muitas áreas isoladas não era possÁ­vel de se captar, ou seja, a tv por assinatura começou lá para resolver um problema de dificuldade de captação de sinal que o Brasil praticamente não teve.

Na cabeça do brasileiro o sinal de tv, seja qual emissora for, tem que se de graça. Na cabeça do americano, que nos impos o seu modelo de tv por assinatura, o que se paga É pela “facilidade” de se ter um cabeamento, ou tv via satÉlite, com qualidade de sinal dentro de casa, não importa se a emissora É tida como aberta ou fechada, o americano paga para que não precise de antena de tv terrestre, esse tipo de coisa, ele quer um cabo com excelente sinal de tv dentro de casa.

Essa aceitação do americano em pagar pelo sinal fez surgir centenas de emissoras com os mais variados assuntos, essas emissoras são em grande parte as que tambÉm são consumidas aqui no Brasil. Da mesma forma o modelo que importamos lá dos Estados Unidos, eles usaram a seguinte lógica, já que você está pagando para ter o sinal de tv de qualidade em casa, pague mais um pouquinho e tenha um pacotão de canais com assuntos variados.

Vamos comparar em termos de preço, nos Estados Unidos, o melhor pacote da Dish Network, com 290 canais, grande parte HD, e mais Netflix liberado, isso mesmo, Netflix, custa US$ 74,90 mensais e você ainda tem direito ao Dish Anywhere, que a tv via internet, ou seja, você tambÉm pode assistir aos canais contratados atravÉs do celular, computador, tablet, inclusive a programas que já passaram.

Mas vamos mais longe um pouco, o salário mÁ­nimo nos Estados Unidos É de US$ 1.440, então, o melhor pacote de canais da tv por assinatura por lá custa 5% de um salário mÁ­nimo, ou seja, em um dia de trabalho você já conseguiu pagar o melhor pacote de tv por assinatura de lá, com tudo liberado, com Netflix, com tv pela internet…

Agora vamos ao Brasil, o melhor pacote de tv por assinatura da Sky, só pra comparar, custa R$ 349,90. Se fosse falar só do preço seria mais ou menos igual se converter o dólar, mas esse tipo de conversão não serve por que o brasileiro recebe em real e não É o mesmo tanto que o americano recebe em dólar. O salário mÁ­nimo brasileiro É R$ 788,00.

Desta maneira, nós temos que ver quanto do salário mÁ­nimo o brasileiro É obrigado a pagar para ter tv por assinatura, e fazendo as contas dá 44% do salário mÁ­nimo para se ter um bom pacote de tv por assinatura em casa.

Tirar 5% do que recebe para ter tv de excelente qualidade em casa É uma coisa, agora, tirar 44% para ter o melhor pacote de tv por assinatura do Brasil mas que ainda deixa a desejar, aÁ­ É muito complicado.

Então fica fácil entender por que o brasileiro acha legÁ­timo usar um receptor de tv para abrir na força os canais da tv por assinatura.

Sim, atualmente os canais da tv por assinatura são abertos na força, usando mÉtodos de hackeamento dos aparelhos e cartões de acesso das operadoras de tv por assinatura, de forma não autorizada, o que só pra começar já indica uma quebra de contrato entre o assinante do pacote que está sendo usado para hackear os códigos de acesso aos canais da operadora e a operadora de tv por assinatura. Mas há aÁ­ uma sÉrie de outros atos errados cometidos por quem está hackeando estes códigos de acesso e vendendo estes códigos para que outros possam assistir aos canais da tv por assinatura sem assinar um contrato direto com uma operadora de tv por assinatura.

O problema do lado do consumidor de tv por assinatura pirata É que ele está se aproveitando de todo um sistema que o permite assistir aos canais de tv por assinatura, teoricamente pagando um valor menor, mas que está alicerçado sobre ações ilegais. E aÁ­ você vai ver muita gente falando que não existe nada de ilegalidade e por aÁ­ vai.

Acontece que se não fosse ilegal as empresas que vendem os receptores, as empresas vendem cardsharing e os servidores de IKS e SKS não precisariam se esconder, não teriam medo de serem caçados e presos pela polÁ­cia, como já ocorreu e continua ocorrendo. Elas poderiam abrir uma loja no shopping ao lado da loja da operadora e oferecer lá os seus produtos para a recepção de tv pirata.

Se legal fosse a tv pirata, poderia passar propaganda na televisão oferecendo o receptor de tv pirata junto com um ano de IKS, SKS, IPTV, VoD e tudo o mais que os receptores de tv pirata oferecem.

Apesar de os receptores de tv pirata serem legÁ­timos, ou seja, aceitos como uma coisa correta por milhões de pessoas que os usam no Brasil, eles não são legais, ou seja, previstos na legislação e normas de comÉrcio brasileiro como produto que atenda a todos os requisitos para ser legalmente comercializado no paÁ­s.

É pior ainda, o uso deste tipo de receptor para violar os canais de tvs por assinatura que estão originalmente codificados fere tratados comerciais que o Brasil mantÉm com importantes parceiros internacionais, entre outras coisas isto rebaixa a nota brasileira para conseguir fechar acordos de liberação de vistos de visitantes para diversos paÁ­ses de interesse dos brasileiros e um dos motivos que dificultam as relações comerciais já complicadas das empresas brasileiras com diversos paÁ­ses de interesse no mundo.

Como você acha que os brasileiros são vistos no mundo quando se fala que há tantos milhões de receptores de tv pirata em uso no Brasil?

Tendo como parÁ¢metro os pontos colocados sobre a tv pirata, vamos ao WhatsApp.

O que nós contratamos da operadora de internet É a conexão de internet e uma certa quantidade de tráfego de dados, medida em Megabytes ou Gigabytes.

Nós podemos trafegar entre o nosso computador, celular, tablet ou seja lá o que for que esteja conectado a esta internet contratada, qualquer tipo de informação digital, desde que ela não vá contra a legislação vigente ou contra regras colocadas no contrato que assinamos com a operadora de internet, no entanto, estas regras não podem ser abusivas.

Existe muita informação digital que fere a legislação brasileira, É o caso dos filmes protegidos com direitos autorais que são compartilhados sem autorização do detentor de direitos autorais, mÁºsica da mesma maneira compartilhada sem autorização e por aÁ­ vai.

Já no caso de trafegar mensagens de texto e conexões de voz pela internet, não há e nunca houve legislação no Brasil que proibisse tal tráfego de dados pela internet.

E ainda mais, não há como fazer legislação que seja seletiva, ou seja, que proiba determinada empresa de trafegar mensagens de texto e conexões de voz pela internet em detrimento de outras empresas, este tipo de legislação seria, no mÁ­nimo, um ato de censura que fere todos os principios das regras de comÉrcio estabelecidas por paÁ­ses democráticos em todo o mundo.

Falando o português correto, somente ditaduras É que impõem regras seletivas contra empresas e não contra produtos oferecidos por todas as empresas daquele ramo de atividade.

Exatamente por isto É um absurdo se falar em proibir o uso de ligações de voz atravÉs especificamente do WhatsApp no Brasil, atÉ por que o WhatsApp É uma empresa legalmente estabelecida que oferece um produto com funções que não ferem normas das telecomunicações e nem legislações brasileiras ou de qualquer outro paÁ­s onde ele É utilizado.

Tanto É assim que tem operadora que atÉ faz parceria com o WhatsApp para ser o chamariz de novos clientes para estas operadoras.

As operadoras dizem que o WhatsApp utiliza o nÁºmero de telefone destas operadoras como forma de logar os seus usuários na rede do WhatsApp… É um argumento fraco, já que o nÁºmero do telefone pertence, na realidade, ao cliente da operadora que comprou o chip da operadora com aquele determinado nÁºmero, e o WhatsApp não faz nada mais do que, com o consentimento do usuário daquele nÁºmero, logar este usuário em sua rede para que ele possa se comunicar com os amigos que tenham nÁºmero de telefone cadastrado na agenda do telefone.

Tanto o nÁºmero do telefone É do usuário do telefone que o usuário do nÁºmero pode fazer portabilidade dele para a operadora que ele achar mais conveniente.

O que as operadoras querem, na realidade, É que o WhatsApp seja obrigado a cobrar pelas ligações de voz atravÉs do WhatsApp para que assim haja uma competição mais justa entre as operadoras e o WhatsApp, em se falando em ligações de voz, que É um mercado que estas operadoras querem proteger.

É a mesma estratÉgia que as gravadoras de mÁºsica usaram por anos tentando obrigar quem gosta de mÁºsica a comprar CDs enquanto o MP3 já havia dominado o mercado havia muito tempo e outras empresas já haviam estipulado modelos comerciais que atendiam aos interesses do consumidor: mÁºsica digitalizada atravÉs de um sistema de assinatura mensal com grande variedade de artistas.

O que as operadoras de telefonia ainda não entenderam É que para o consumidor não interessa se a ligação de voz É feita pelo WhatsApp ou pela rede da operadora, desde a ligação de voz seja de graça.

Não tem como a operadora de telefonia oferecer ligações de voz totalmente de graça para qualquer telefone celular em qualquer lugar do mundo? Então É por que o modelo de telefonia atual já foi ultrapassado e as operadoras precisam oferecer seus serviços de uma maneira diferente.

O que o usuário de telefonia necessita atualmente É conexão de internet liberada e de boa qualidade e praticamente nada de ligação de voz. O que as operadoras de telefonia querem É enfiar goela abaixo do consumidor uma grande quantidade de ligações de voz e praticamente nada de conexão de internet.

Há um grande conflito de necessidades aÁ­ não É mesmo? O que as operadoras querem É proteger o seu mercado em detrimento das necessidades dos usuários de telecomunicações e passando por cima de uma empresa legalmente estabelecida.

Mas vamos dizer que elas consigam proibir o WhatsApp no Brasil. Nesse caso o que elas vão conseguir É proibir todo e qualquer ligação de voz gratuita feita atravÉs da internet no Brasil.

Qualquer outro aplicativo de comunicação que ofereça a mesma funcionalidade, como o Telegram, Viber, Line, WeChat… Só eu conheço dezenas deles.

Mas não É só este tipo de aplicativo, aplicativos que funcionam no PC e não cobram pelas ligações ou cobram e não recolhem impostos para o Brasil tambÉm devem ser bloqueados, como o Justvoip.

E mais, atÉ mesmo as conversas de voz atravÉs de consoles de videogames e jogos de computador devem ser bloqueadas.

Somente proibir o WhatsApp de usar os nÁºmeros de telefone dos usuários do serviço para logar no WhatsApp não vai resolver em nada o problema das operadoras, pois o WhatsApp vai poder escolher uma outra forma de logar, por exemplo, usando as contas de facebook dos usuários…

A enrascada É grande e no final o Áºnico a perder será mesmo o consumidor, que provavelmente vai ser obrigado a pagar uma taxa a mais ou mesmo uma mensalidade para poder usar serviços que atualmente são gratuitos.

Mas finalmente respondendo a grande questão desta matÉria, a tv pirata É um tipo de parasitagem dos serviços de tv por assinatura regulares do Brasil que sobrevivem Á  margem da legalidade e não podem ser juridicamente legalizados pois ferem normas e regras de comÉrcio e das telecomunicações no paÁ­s.

Já o WhatsApp É um aplicativo de telecomunicações legais sem nenhuma previsão jurÁ­dica ou comercial que o proibam e que, após ter se tornado um grande sucesso e passar a competir com os serviços de telecomunicações de grandes operadoras de telefonia brasileiras, essas empresas conseguiram com choro e lobby que o governo brasileiro cometesse o erro de dizer que vai estudar regras para coibir ou taxar.

É o começo do fim do mundo conforme nós conhecemos, infelizmente os brasileiros estão cada vez mais cercados de impostos, taxas e contribuições que por fim vão tornar a vida de 90% da população economicamente ativa, inviíel.