Pirataria É necessidade ou falta de opção?

1529
Um estudo publicado pela Ericsson ConsumerLab levanta uma interessante questão sobre a pirataria em dois mercados distintos, Estados Unidos e Espanha, mas que pode servir como reflexo para outros paÁ­ses do mundo com opções similares de mercado.

O estudo investigou os serviços de video on demand, streaming e tv everywhere que tem maior penetração nestes mercados, com preços baixos e competitivos em relação Á s mais usadas formas de pirataria como file sharing e um conjunto de outras formas.

Os seguintes gráficos comparativos foram gerados pela Ericsson ConsumerLab.

gráfico pirataria videos on demand estados unidos

No gráfico acima É mostrado o mercado norte americano, em que existem boas opções legais de conteÁºdo online como Netflix, Hulu, Apple Itunes entre outros.

O que se vê nos gráficos É que o uso das opções legais supera e muito a pirataria atravÉs de file sharing e outras formas de compartilhamento de conteÁºdo pirateado.

Confira agora o gráfico da Espanha.

O gráfico acima, do mercado da Espanha, mostra uma inversão da situação existente nos Estados Unidos, o file sharing e outras formas de compartilhamento de conteÁºdo pirateado supera e muito as poucas e ineficientes formas de distribuição de conteÁºdo online legalmente atravÉs de VOD, TV everywhere e streaming.

A conclusão do estudo da Ericsson ConsumerLab É que se houvesse tanta variedade com excelentes opções de conteÁºdo para assistir legalmente online como ocorre no mercado americano, em que o consumidor pudesse atÉ mesmo ter acesso a filmes recÉm saÁ­dos dos cinemas, como oferece o Itunes americano, a situação de conteÁºdo legal contra pirataria na Espanha e paÁ­ses com mercado semelhantes se igualaria Á  situação dos Estados Unidos.

Com isto a conclusão É de que a pirataria É na verdade uma falta de boas opções para o consumidor e não um problema cultural.

O que você acha?


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here