JOVEM PIRATA DIGITAL QUE TRABALHA EM HOME OFFICE FOI PRESO NO REINO UNIDO

526

Este É só um caso bem curioso mas que vale a pena se ter conhecimento, da prisão de um num universo de milhares de hackers digitais que trabalham em casa (home office), invadindo a rede domiciliar alheia atravÉs da internet e arrecadando muito dinheiro com os dados roubados e outros trambiques virtuais.

Neste caso o rapaz, Elliot Gunton, de 19 anos, idade que no Reino Unido ainda É considerada como adolescente, recebeu uma pena de prisão de um ano e oito meses alÉm de uma multa de 407 mil libras (aproximadamente 2 milhões de reais). A punição não parou por aÁ­, o “adolescente” não poderá acessar a internet de forma anônima durante os próximos três anos e meio bem como não poderá movimentar criptomoedas sem informar expressamente esta movimentação ao governo britÁ¢nico.

Isto por que o rapaz, em seu empreendedorismo digital, arrecadou uma grande soma de dinheiro cuja quantia a polÁ­cia conseguiu identificar somente uma parte, já que o rapaz não declara se tem ou não carteiras digitais recheadas de criptomoedas alÉm das que foram apreendidas em seu computador, que acumulam pouco mais de 200 mil libras.

O pior, para nós que navegamos na internet, já que o rapaz cometia seus delitos virtuais contra pessoas do mundo tudo, É que Elliot só foi pego na prática de tais delitos, por acaso.

A polÁ­cia cumpriu um mandado de visita domiciliar em sua residência no ano de 2016 e naquela ocasião apreendeu o computador do rapaz, computador este que foi periciado e de onde se descobriu as atividades do rapaz na internet. Ele recebeu a sentença em abril do ano passado mas somente nesta semana a história foi levada Á  pÁºblico.

No computador do rapaz foram descobertos dados de uma quantidade grande de pessoas, dados estes que permitiam que outros criminosos virtuais conseguissem acessar informações destas pessoas evitando a autenticação de dois fatores bastante usada para diferentes serviços na internet.

AlÉm do roubo e venda deste tipo de dados, o rapaz tinha algumas formas diretas de tirar dinheiro das pessoas Á s quais ele conseguia hackear atravÉs da internet, segundo informações da própria polÁ­cia que não quis dar mais detalhes sobre quais seriam estas formas.

O rapaz está proibido, como dissemos acima, de acessar a internet de forma anônima, usando navegadores como o TOR, por exemplo, bem como está proibido de usar aplicativos de terceiros que o permitam interagir no submundo da internet. Passado pouco mais de um ano da sentença do rapaz ele continua sem revelar onde estariam as demais carteiras de criptomoedas onde ele supostamente depositou mais algumas centenas de milhares de libras.

Em recente live no GPS.Pezquiza.com eu comentei como adolescentes tem escolhido montar seus home office para “trabalhar” desonestamente no conforto do seu lar, roubando internautas de todo o mundo. A situação, como vimos, já vem de muitos anos e o que É pior, mesmo tendo uma das polÁ­cias mais eficientes em investigação em todo o mundo, os britÁ¢nicos não conseguem descobrir de forma direta estes “trabalhadores”.

5G e Inteligência Artificial – Minha Esposa Mandou eu Fazer uma Live

Estamos literalmente fritos.

Entra pro nosso canal no Telegram clicando aqui, clica agora aÁ­ vai!

.