Aparelho que promete baixar conta de energia em até 50% é produzido no Brasil e na China

31855

Avalie este artigo [starrater tpl=10]
Por conta de uma nova oferta de aparelhos “economizadores de energia” aqui no Brasil resolvi reeditar esta matéria que foi inicialmente publicada pelo GPS.Pezquiza.com em 2014.

Você já ouviu falar no aparelho economizador de energia? Pois então preste bastante atenção pois este aparelho com certeza vai lhe interessar.

Enquanto você está usando a energia na sua residência e alguns aparelhos ativam os seus motores ou mesmo reatores, como alguns tipos de lâmpadas, algumas anomalias tomam conta da sua rede de energia elétrica.

São interferências e picos de uso capazes de fazer o seu relógio marcador de consumo de energia dar uma bela acelerada e, depois disto, levar algum tempo para estabilizar novamente a medição.

Estes picos de energia elétrica acontecem mais em motores elétricos, pois para retirar estes motores do seu estado de descanso e acelerar estes motores até a sua velocidade de uso, é usada uma grande quantidade de energia elétrica, muito maior do que se não fosse necessário acelerar estes motores de uma forma abrupta.

Outra grande vilão do gasto de energia elétrica é a geladeira, que também provoca picos de energia elétrica a cada vez que se liga, para manter a temperatura de resfriamento no nível programado pelo usuário no termostato dela.

Evitar estes picos de energia e interferências na sua rede de energia elétrica tem o potencial de economizar entre 10% a até 50% no valor da sua conta de energia.

A economia vai depender da quantidade de aparelhos que provocam estas anomalias de consumo de energia elétrica que você tem em sua residência. Também é necessário saber se alguns (ou todos) estes aparelhos já tem, ou não, tecnologia embarcada que evite estas anomalias. Os aparelhos que tem tecnologia deste tipo já evitam, por conta própria, o desperdício de energia provocado por estes picos de consumo de certos aparelhos na nossa residência.

Estão sendo produzidos e vendidos aqui no Brasil e também … [Matéria dividida em mais de uma página para facilitar a leitura em telefones celulares, links numerados para prosseguir para as próximas páginas estão logo após estes anúncios]