Veja todos os satÉlites e objetos em volta da Terra… Site estilo Google Earth

0
4904

Por indicação do nosso leitor Weverson Silveira atravÉs de mp no facebook, vamos falar sobre o site stuffin.space, que mapeou sobre uma reprodução 3D do mapa terrestre, a posição de todos os satÉlites e outros objetos que orbitam em volta da Terra, sejam estes objetos ainda operacionais ou somente detritos inoperantes e restos de objetos lançados pelo homem.

O criador do stuffin.space É o estudante James Yoder, que ainda vai entrar na faculdade mas que desde o ensino mÉdio É craque em programação gráfica para web, mais especificamente na plataforma WebGL.

James Yoder aproveitou seus conhecimentos em WebGl e o banco de informações pÁºblicas compartilhadas pela NASA sobre objetos orbitando a Terra com dimensões maiores que 30cm para fazer um mapeamento 3D destes objetos.

O stuffin.space separou por cores os tipos de objetos orbitando a Terra, por exemplo, os satÉlites são mostrados como pontos vermelhos, os restos de foguetes lançadores são pontos azuis e outros detritos são pontos verdes.

O site atualiza todos os dias o posicionamento dos objetos e tambÉm tem um código para calcular com baixo percentual de erro, a posição real destes objetos em órbita.

Ao abrir o site stuffin.space a primeira coisa que se vê É o mapa terrestre rodeado pelos pontos que indicam o que É cada objeto mapeado, o efeito É impressionante, mas olhando com um pouco mais de atenção Á s cores É interessante notar, por exemplo, o cinturão de Clark que É formato pelos satÉlites de comunicação em uma distÁ¢ncia aproximada de 36 mil km da Terra.

Há uma caixa de pesquisa no site para que você pode matar a curiosidade do posicionamento dos satÉlites que você deseja saber onde estão, ao identificar um objeto o stuffin.space traça uma linha que simula a órbita que este objeto faz em volta da Terra, no entanto, os satÉlites geostacionários não fazem a órbita indicada pelo site pois eles seguem a posição em Terra na mesma velocidade de rotação do planeta para simular que estão parados em órbita.

Mas para objetos que não são geostacionários a órbita É verdadeira, como É o caso dos restos de foguete cuja órbita É bastante interessante.

É interessante saber que a Nasa mantÉm um banco de dados com todos os objetos e detritos que estão em órbita pois de outra maneira não seria possÁ­vel calcular quando É possÁ­vel lançar cargas espaciais sem correr o risco que o foguete e a carga lançada se choquem com detritos ou outros objetos vagando no espaço.

Você pode acessar o stuffin.space clicando aqui.