TVs via satÉlite sem autorização faturam R$ 500 milhões por ano

873

Olha aÁ­ um grande ponto da polêmica da codificação do sinal das tvs que transmitem via satÉlite com sinal aberto sem autorização do governo federal, se você não sabe do que estamos falando leia nosso artigo Anatel quer codificar todos os canais transmitidos via satÉlite em breve.

Elas faturam muito dinheiro, está se tornando um negócio pra lá de rentíel e o governo, claro, tem que arrumar uma forma de arrecadar mais impostos em cima deste faturamente.

Não, não estamos falando em faturar em cima das emissoras evangÉlicas já que a igreja não precisa recolher impostos, mas existe um nicho de mercado utilizando muito bem as transmissões via satÉlite e ganhando muito dinheiro, É o agronegócio.

As emissoras de agronegócio que transmitem leilões via satÉlite faturaram em 2012 R$ 500 milhões. Se comparado ao faturamente da Rede Globo, que É 20 vezes maior, de R$ 10 bilhões, parece pouco, mas não É, já que estrutura da Globo É três mil vezes melhor que a destes canais. Para você ter uma idÉia o SBT faturou no mesmo perÁ­odo R$ 870 milhões.

Os canais deste filão são Canal Rural, Terra Viva (pertence ao Grupo Bandeirantes), Canal do Boi (É o que tem maior audiência) e pertence ao Sistema Brasileiro de Agronegócio que tambÉm É dono dos canais Conexão BR, Novo Canal e Agro Canal. Todos eles desrespeitam a lei das telecomunicações ao transmitirem via satÉlite com o sinal aberto.

Em 2012 o frigorÁ­fico JBS, dono da marca Friboi, comprou por R$ 100 milhões o Canal Rural, que naquele ano faturou R$ 50 milhões. AlÉm de lucrar muito com o canal, É claro, a JBS quer reforçar a sua marca e atrair clientes para a financiadora do Banco Original, de sua propriedade.

De cada um dos 1.200 leilões de gado que transmite anualmente a SBA cobra R$ 45mil, fatura tambÉm tambÉm com espaço publicitário e já alugou horário para o pastor R. R. Soares transmitir os seus cultos.

Estão todos na mira do MinistÉrio das Comunicações pois nenhum deles tem outorga de rádio ou TV.

Já os canais se defendem dizendo que o que fazer É transmissão ponto a ponto e por isto não precisam de outorga de radiodifusão para funcionarem.

Outro canal bastante interessado em resolver logo essa pendenga É o Esporte Interativo que começou na internet e pulou para o satÉlite e depois para a tv por assinatura e já tem mais de 22 milhões de telespectadores.

Mas as transmissões abertas ainda tem cursinhos para concursos, redes de supermercados, lanchonetes e outros, canais de venda de diversos tipos de produtos…

Como a capacidade de transmissão dos novos satÉlites está só aumentando a tendência É que os canais abertos no satÉlite aumentem.

E aÁ­, quem vai ganhar a queda de braço?

tv aberta via satelite


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here