TV VIA SATÉLITE, DIGITAL TERRESTRE E ANALÓGICA TERRESTRE EM ILLINOIS-EUA [Depoimento do Leitor]

573

Um leitor e seguidor fiel do GPS.Pezquiza.com, pelo qual eu o agradeço de coração, nos enviou um interessante depoimento sobre como é a situação da captação de sinais de TV na cidade de Skokie-Illinois, nos Estados Unidos. Este leitor está se mudando para aquele país por questões familiares e desejo um grande sucesso em tudo aquilo o que ele está indo buscar naquele país.

Aqui ainda se vê muito – prova de que não só não morreu como está muito forte – antenas de VHF, de UHF e mistas, sobre as casas. Pesquisei e vi que convivem também os canais analógicos ( nas duas bandas! ) e os digitais ( também! ).

Nos E. U. não ocorreu aquela imposição ditatorial e de afogadilho, com pressa desnecessária ( só para alguns poucos ganharem muito a curto prazo… – por que será? ) como foi feita no Brasil a tal transição dos sinais de TV aberta, de analógico para digital.

– Se vê muito pouco, em casas, antenas da Banda C, particularmente as teladas. E olha, que tem umas muito grandes e boas, parecidas com as velhas e famosas ASR ( eu tenho uma de 2,85 m! ) que mesmo usadas valem muito, no Brasil.

lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo
lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo

– Tem muitas antenas Banda KU, de variados tamanhos e formas, assim como muitos Kits Caronas, alguns com 4 LNBF’s.

Como sabe, sigo há anos suas publicações. Assim, vou me atualizando sobre o tema “Assistir TV”.

Com nossa mudança se aproximando, uma pessoa da família, viciada em novela das 6, ( será que dá para adivinhar qual o grau de relacionamento / parentesco ? – Rs! ), está preocupada em não poder assistir a canais brasileiros aqui.

Ainda bem que já encontrei o SBT no YouTube. Só que não tem a novela que ela gosta!

Por isso, agora, a cada vez que v. toca no assunto, eu volto redobrar a atenção e renovo uma pergunta a v. sobre o tema.

Neste caso é sobre o SES-10. V sabe se eu consigo captá-lo aqui, ou onde posso obter essa informação?

Sobre o IS-21 em banda C eu já estou curioso. Se tiver $$ p/ “jogar fora” arriscando no escuro a tentar captá-lo, farei. Mas sei que ao norte da Florida, será pouco provável que eu consiga.

Só que diante dessa outra perspectiva, do SES-10 na KU, mais simples aqui ( e menos pesada para colocar sobre o telhado! ), voltei-me a esse satélite. A começar pela qualidade supostamente melhor ( saudade da velha Cultura de 20 anos – ou mais! – atrás! ), em que pese as manifestações esquerdistas, da citada emissora.
Quanto à TV das novelas, se conseguirmos, a dona da casa terá sua novela. Se não, não vou pagar para ver os lixos que ela veicula. (Aqui tem a DISH_TV, que comercializa pacotes com canais brasileiros).

Bem, desculpe por tomar seu tempo. Se v. tiver as respostas que procuro, melhor. Se não, fica meu agradecimento para quando v. as tiver e publicar.

Sucesso.
Abraço

Muito boa as informações, é sempre muito bom sabermos como as coisas são realmente em outros locais do mundo.

Sobre o SES 10, o mapa de cobertura do satélite contempla algumas regiões dos Estados Unidos, principalmente as regiões mais ao sul, como a Flórida e a fronteira com o México. No entanto a transmissão via satélite é feita ems feixos de transmissão por transponder que são direcionados para os locais de interesse do contratante daquelas determinadas transmissões. Sendo assim, a SES já informou que o interesse destas transmissões em Banda KU é o Brasil, apontamento o foco de maior força do feixo para o Brasil, as partes mais externas desse foco ficam com uma transmissão mais fraca, da mesma maneira que ocorre com a luz de uma lanterna, na região do foco é mais forte e para as extremidades se enfraquece.

Outro problema com essa transmissão Banda KU no SES-10 é que a Banda KU é um tipo de frequência que é menos resistente que a Banda C, sendo mais suscetível à interferência climática, o que enfraquece ainda mais a extremidade do feixo de transmissão. E tem mais um problema em relação a esta oferta da SES-10 para as emissoras abertas, elas tem que aderir à ideia e colocarem (pagando pelo uso) suas transmissões nesse satélite, o que me parece uma coisa difícil da Globo considerar como economicamente interessante.

Para o seu consolo (ou não), a Globo irá ofertar o Globoplay nos Estados Unidos no próximo ano, ou seja, a sua esposa poderá ver toda a programação via internet. Mas também há a opção de acessar o Globoplay através de VPN, simulando aí nos Estados Unidos que o aparelho acessando a Globoplay está no Brasil, para isto vão precisar de uma ajuda especializada no assunto.

Por fim, a sorte de estar nos Estados Unidos e querer usar equiapmentos brutos de captação de tv via satélite é que você poderá comrpar esses equipamentos diretamente da China ou Europa, inclusive as antenas, pagando um frete muitas vezes menor do que pagaria estando aqui no Brasil. Mas tem que tomar cuidado com a legislação na região onde você vai morar, o que ela permite ou não ter antenas aparentes aí para o seu uso.

Obrigado pelo seu contato e estou sempre à disposição.

Entra pro nosso canal no Telegram clicando aqui, clica agora aí vai!

.