SatÉlite Telescópio ajuda em descoberta que vai chocar o pensamento mundial

1001

Pesquisadores da Universidade Nacional da Austrália e do Instituto Niels Bohr, em Copenhague, publicaram na Áºltima semana um estudo no Monthly Notices da Royal Astronomical Society que tem o potencial de mudar o pensamento mundial. A grande “descoberta” só foi possÁ­vel com a ajuda de dados levantados pelo SatÉlite Telescópio Kepler, que possibilitou o cálculo de perÁ­odos orbitais e de posições de planetas com mais de 250 anos de existência.

Falando diretamente e de forma bem simples, o estudo concluiu cientificamente que há bilhões de planetas habitíeis somente no universo visÁ­vel.

Você não entendeu mal, o estudo concluiu cientificamente que não há um ou dois e muito menos somente três planetas habitíeis na limitada faixa de universo visÁ­vel aqui da nossa pequena Terra. Com a ajuda do satÉlite Kepler chegou-se a conclusão de há bilhões de planetas habitíeis, com possibilidade real de vida você deve estar pensado…

Com possibilidade de vida não… Com vida mesmo.

Mas como foi feito este cálculo impressionante?

A partir de dados de uma pequena faixa do universo em que o Kepler encontrou 228 planetas e exo-planetas que contÉm água em estão em zonas habitíeis na órbita de 151 estrelas diferentes.

E aÁ­ tem-se mais uma informação bastante interessante, se são 228 planetas para 151 estrelas só nesta pequena faixa analisada pelo Kepler, você está certo se pensou que há estrelas, ou sistemas planetários, com mais de um planeta habitíel.

A partir destes dados bastou apenas calcular a probabilidade em toda a extensa faixa de estrelas e galáxias visÁ­veis a partir da Terra que apresentam condições similares Á quela faixa analisada pelo Kepler e chegou-se ao nÁºmero de bilhões de planetas habitíeis.

O estudo então foi no inverso do pensamento que todo mundo tem ao saber de uma notÁ­cia destas, provavelmente você pensou, se há tantos planetas com vida, por que atÉ hoje eu ainda não vi nenhum extraterrestre andando entre nós?

Pois o estudo pensou diferente, se há tantos planetas habitíeis nós ainda não nos deparamos com vida extraterrestre por que ainda não temos condição de construir um veÁ­culo espacial capaz de alcançar um destes planetas habitíeis.

Um dia seremos capazes desta façanha? Provavelmente sim, já que ainda estamos na prÉ história da nossa evolução tecnológica.

Vale a pena comentar uma outra grande descoberta revelada este mês por cientistas da Universidade de Cambridge, do Reino Unido, há nove galáxias orbitando a nossa galáxia, ou seja, É como se a Via Láctea fosse um sol e estas nove galáxias fossem planetas orbitando em volta deste sol.


bilhoes-de-planetas-habitaveis