Qual era o satÉlite usado pela Directv Brasil e em que posição orbital ficava?

6568

O nosso colega Marcos Tadeu viajou no tempo, ficou saudosista e resolveu nos fazer o seguinte questionamento atravÉs do facebook: Qual era o satÉlite usado pela Directv, em que posição orbital ele ficava? Ele ficava numa posição orbital tão privilegiada quanto a do satÉlite da Sky?

O questionamento dele É bastante interessante e bem semelhante a um questionamento que recebi, tambÉm pelo facebook, do Luiz Fernandes Junior, que quer saber por que o satÉlite da nossa TV não fica em uma posição orbital tão alta no cÉu quanto o satÉlite da Sky.

Então vamos por partes.

O satÉlite que a Directv Brasil usava era o satÉlite Galaxy 3C que ficava na posição orbital 95°W, próximo dos satÉlites que a Sky usava na Época para os Estados Unidos, que ficavam entre as posição 72,5°W e 119°W.

Quando houve a fusão entre Directv e Sky para o Brasil, em que prevaleceu a marca Sky, os assinantes da Directv Brasil migraram para o satÉlite da Sky na Época, o Intelsat 6 que posteriormente foi substituÁ­do pelo Intelsat 11, ambos na posição orbital 43°W.

O satÉlite Galaxy 3C passou a servir aos paÁ­ses de lÁ­ngua espanhola na AmÉrica Latina.

Por que foi escolhido o satÉlite da Sky para a operação da Sky/Directv no Brasil?

Por que o Intelsat 6 e depois Intelsat 11 tinha uma posição orbital privilegiada para o Brasil, ele fica em uma posição quase centralizada na órbita do Brasil o que resulta em um satÉlite que fica numa posição orbital alta para os brasileiros.

Desta maneira alÉm de melhor estabilidade de sinal, ele cobre todo o território brasileiro com grande facilidade de apontamento, o que possibilitou a Sky servir a todo o Brasil com grande qualidade, isto aliado ao pioneirismo da Sky no Brasil e posterior fusão com a Directv rendeu a liderança Á  operadora.

Já a Directv Brasil usava o satÉlite Galaxy 3C numa posição orbital não tão boa para cobrir todo o Brasil, a posição orbital 95°W fica em cima do Oceano PacÁ­fico, por que ela aproveitava uma posição orbital que já era dela com satÉlite que serviam os Estados Unidos e AmÉrica Latina. Desta maneira a Directv não se preocupou em comprar posição orbital para operar no Brasil.

A Directv usa para seus satÉlites posições orbitais entre 72,5°W e 119°W por que são posições bastante privilegiadas para a transmissão de tv por assinatura para os Estados Unidos, desde sempre o principal mercado para a Directv.

Vamos então ao caso da Nossa TV, por que ela não tem uma posição orbital tão privilegiada quanto a do satÉlite da Sky?

A Nossa TV transmite atravÉs do satÉlite Galaxy 28, que fica na posição orbital 89°W, que para algumas localidades no Brasil exige que a antena parabólica esteja bastante em pÉ para captar o satÉlite, por um motivo bem simples, que É atÉ um ditado que a mamãe sempre dizia: quem chega primeiro bebe água limpa.

A Nossa TV É uma operadora muito jovem em relação Á  Sky, quanto surgiu a Nossa TV o mercado de tv via satÉlite para o Brasil já estava consolidado, com as melhores posições orbitais já em uso. E aÁ­ a Nossa TV entrou na lei de mercado, quanto mais um produto É desejado mais caro ele É.

Conseguir transmitir atravÉs de uma posição orbital muito desejada custa muito caro, o que restou para a Nossa TV que fosse viíel financeiramente foi transmitir atravÉs do Galaxy 28 em uma posição orbital não tão nobre quanto a da Sky.

Como a Sky foi pioneira na tv por assinatura via satÉlite, conseguiu esta posição orbital privilegiada sem grandes dificuldades e nem grandes custos em relação ao que É hoje. E atualmente a posição orbital do satÉlite usado pela Sky vale ouro.


satelite-dirctv-brasil-galaxy-3c