Meteoro que caiu na RÁºssia pode na verdade ser um satÉlite desativado

926

O que atÉ agora foi anunciado como a queda de um meteoro que feriu aproximadamente mil pessoas em solo russo, pode na realidade ter sido a queda de um satÉlite.

Pelo menos esta É a suspeita que está tomando força em algumas comunidades de discussão online, que se não for confirmada ao menos servirá como desculpa para protestar contra a imensa quantidade de lixo espacial que o homem já criou.

O que se discute principalmente É que um corpo celeste não passaria assim tão desapercebido em um paÁ­s com excelente capacidade para detectar a chegada deste tipo de astro, já que se diz que o meteoro teria vindo de uma região espacial entre Vênus e Marte.

As pessoas tambÉm discute a grande fragmentação ocorrida ao corpo celeste e que teria machucado aproximadamente mil pessoas em seis cidades.

A queda do meteoro foi bem documentada em vÁ­deo e várias pessoas estão atÉ vendendo pedaços de meteoritos em sites de leilões internacionais.

Mesmo assim a teoria de que o que caiu na verdade foi um grande satÉlite desativado continua a tomar corpo.

Atualmente em órbita da Terra existem 19 mil fragmentos maiores que 10 centÁ­metros, de detritos de equipamentos enviados pelo homem Á  atmosfera.

Quando se diz maior que 10 centÁ­metros, quer se dizer que alguns desses fragmentos podem ser atÉ mesmo do tamanho de um ônibus.

Mas não são apenas estes os fragmentos, tambÉm existem aproximadamente 50 mil fragmentos de objetos com tamanho entre 1 e 10 centÁ­metros.

AlÉm destes estima-se que existam 500 mil fragmentos de objetos que são menores que 1 centÁ­metro.

Todo este lixo espacial É bastante preocupante, tanto por que podem se chocar com equipamentos funcionais que estão em órbita quanto que podem se chocar com equipamentos que estão tentando deixar a atmosfera terrestre.

Alguns equipamentos na órbita terrestre já sofreram danos, como o telescópio espacial Hubble, atingido por um destes fragmentos que viajam a aproximadamente 17 quilometros por segundo.

TambÉm já ocorreu um choque entre um satÉlite desativado que estava ainda inteiro contra um satÉlite funcional, em 2009, que acabou fragmentando os dois equipamentos.

Se for mesmo provado que o que caiu em solo russo foi um satÉlite desativado, não seria a primeira vez que um pedaço de satÉlite cai em solo russo, uma cidade na região da SibÉria já foi brindada com a queda de fragmentos de um satÉlite em 2011.
fragmentos de satÉlite em volta da terra

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here