Como alterar o firmware do Azbox HD

4356

Aqui está um muito interessante tutorial sobre como É possÁ­vel alterar o firmware dos Azbox HD, lembrando que estes firmwares são feitos em Linux, que muitos dominam bem, o que torna a tarefa de acrescentar módulos ao firmware dos Azbox HD menos dolorosa para muitos.

Aqui vai um pequeno manual para criar firmwares alterados para o Azbox HD.
Como o sistema do Azbox É Linux, e nem todo mundo conhece, vou passar tambÉm os programas equivalentes no Windows (estes programas não precisam ser instalados, basta descompactá-los).

1° Passo – Baixar e descompactar o firmware, arquivo patch.bin’ (só consegui com as versões mais antigas, que podem ser encontradas no site www.opensat.de).

2° Passo – Separar o arquivo patch.bin em 3 partes com o comando dd’ (Data Description), num terminal do Linux:
Code: [Select]
dd if=patch.bin of=header.bin bs=40 count=1
dd if=patch.bin of=md5sum.bin bs=8 skip=5 count=2
dd if=patch.bin of=patch.cramfs.bin bs=56 skip=1
No primeiro comando É separado o cabeçalho’ do arquivo, depois os check sums’ e por Áºltimo o restante do arquivo que É a parte mais importante.
O programa dd for Windows’ pode ser encontrado em www.chrysocome.net, onde o programa Rawwrite for Windows’ deve ser salvo na mesma pasta que o dd para funcionar.

3° Passo – Descompactar o arquivo patch.cramfs.bin’, que É um arquivo comprimido pelo CramFS (Compressed ROM File System), com o comando (no Linux, É necessário instalar a biblioteca cramfsprogs como root):
Code: [Select]
cramfsck -x /home/username/Desktop/opened ‘patch.cramfs.bin’No Windows basta usar o programa NewTuxFlash, em www.dbox2.info/files/cat5/newtuxflashtools.zip
A pasta criada opened’ contÉm o sistema operacional do Azbox HD descompactado, que pode ser alterado para criar um novo firmware. Neste ponto É possÁ­vel adicionar módulos, plugins, listas de canais, alterar skins, etc. Para os mais entendidos É possÁ­vel realmente alterar o código fonte.

4° Passo – Depois de alterado, temos que compactar o novo patch.cramfs.bin (aqui tem que ser root):
Code: [Select]
sudo mkcramfs ‘/home/username/Desktop/opened’ patch.cramfs.bin5° Passo – Agora falta criar o novo md5 e para isso fazemos:
Code: [Select]
md5sum patch.cramfs.bin > hash_md5sumO ficheiro hash_md5sum não vem hexadecimal, por isso É preciso abri-lo e ver o md5 que está lá dentro em hexadecimal, e com um hex editor abrir o md5sum.bin antigo e alterar com a hash nova e salvar.

5° Passo – Por fim junta-se tudo no patch.bin:
Code: [Select]
cat header.bin md5sum.bin patch.cramfs.bin > patch.binEstá pronto!
Detalhe: todos os ficheiros/diretórios adicionados têm de ser listados no Update.list.
Fonte principal: www.dragteam.info

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here