5G TERÁ “SOLUÇÃO MÁGICA” DA ANATEL PARA NÃO INTERFERIR NA BANDA C NACIONAL, MAS…

1171

Quando a sepultura já parecia estar cavada para enterrar de vez a antena parabólica Banda C no Brasil, eis que surge a heroína dos adoradores da tv via satélite Banda C para salvar a tecnologia em terras brasileiras, é ela, a Anatel, que do nada arrancou da cartola a solução mágica que fará a Banda C sobreviver mesmo com a ativação do 5G no Brasil, e além, muito além, com mais uma mágica em stand-by.

Vejam só, meus amigos, a Anatel resolveu inventar a tal da Banda de Guarda, uma faixa de frequência entre a primeira frequência que estará liberada para uso pelas canais nacionais transmitindo na Banda C e a frequência a ser utilizada pelo 5G. É uma excelente ideia para o momento próximo já que evitará investimentos bilionários, seja por parte das operadoras de tv ou mesmo dos usuários de tv via satélite em Banda C, para socorrer uma situação que no final das contas, nem mereceria esse investimento todo.

É incrível como alguém dentro dessa tal de Anatel, que os senhores já sabem o que penso sobre ela, conseguiu pensar em tal solução.

Para não interferir nos canais nacionais na Banda C, fica de início o 5G utilizando a faixa de frequência que vai de 3,5 GHz até 3,7GHz. Nesse primeiro momento de 5G no Brasil migram-se os canais Banda C nacionais nos satélites autorizados pela Anatel, que estejam transmitindo nas faixas iniciais de frequência da Banda C, que serão atingidas pela interferência do 5G, ou seja, as TPs 3625 a 3799 migram para as frequências entre 3800 a 4200.

lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo
lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo

Para quem está aí imaginando como será possível essa migração, já que os satélites estão funcionando no limite, a solução encontrada pela Anatel também é engenhosa, os canais internacionais que estão sendo transmitidos através destes satélites, com destinação a outros países que não o Brasil, migrarão para os transponders que sofrerão, no Brasil, a interferência do 5G, já que a interferência ocorrerá dentro do território brasileiro e não no território de destino desses canais.

Se algum brasileiro fizer questão de captar esses canais internacionais, repito, que são destinados a outros países, nesse caso o usuário que arque com as despesas de filtros para a interferência do 5G. Eu acho muito justo.

Para garantir que não haverá mesmo nenhuma interferência em canais nacionais na Banda C, a faixa de frequência entre 3,7GHz e 3,8GHz não poderá ser utilizada, por enquanto, deixando um espaço de proteção de 100MHz entre as faixas de frequência destinadas ao 5G e à Banda C, essa faixa é que foi denominada de Banda de Guarda. É o famoso jeitinho brasileiro, mas nesse caso foi bem jeitosinho mesmo.

Por enquanto ninguém arca com altos custos e a faixa de frequência que ficará pausada inicialmente, a Banda de Guarda, continuará a valer uma boa grana lá para frente quando puder ser utilizada.

E quando será isto?

Quando a necessidade da tv via satélite via Banda C, se houver, fará nascer uma nova faixa de frequência para essas transmissões no satélite, que irá de 4,5 a 4,8 GHz, necessitando de novos satélites que operem nessa faixa, novos equipamentos, novos LNBs e por aí vai. Aí meu amigo, lá pra frente o custo final fica na conta de quem fizer questão de usar a tv via satélite nesse nova faixa de frequência.

Essa tal nova faixa de frequência foi denominada de Banda C Planejada e eu vou denominar de Banda C do futuro. No futuro ninguém vai querer isso pois haverá internet banda larguíssima para cobrir as lacunas dos transmissões Banda C.

E a zona rural? E a zona rural? Perguntarão aqueles que nem sonham com acesso à internet via fibra ou via 5G. Aí meus amigos, já é outra história. Quererão os usuários da zona rural arcar com os custos de captação de tv via satélite nessas localidades? Sim, pois, diminuindo a quantidade de usuários da tecnologia os custos para manter ela em funcionamento aumentam para todo mundo, inclusive para as emissoras que desejarem se manter na Banda C.

Mas essa preocupação será mesmo do futuro. Quem sabe novas tecnologias para a resolução desse problema desembarcarão aqui no Brasil?!

Por enquanto e pela primeira vez, vou parabenizar a Anatel, agora eu quero ver é o negócio funcionando para que esse parabéns se concretize de verdade.

Anatel que ama o 5G que ama a Banda C.

Entra pro nosso canal no Telegram clicando aqui, clica agora aí vai!

.