VENDEDOR DE RECEPTOR DE TV PIRATA CONDENADO A PRISÃO NO REINO UNIDO… MAIS UM

519

E o Reino Unido continua com a política de punir severamente qualquer pessoa que seja pega usufruindo ou se beneficiando do mercado de tv pirata. As ações que ocorrem por lá são classificadas como “agressivas” mesmo pela imprensa que cobre o mercado de tv por assinatura em outros países que vez por outra também reprimem oa pirataria da tv, como a Espanha.

O país tem mais uma condenação contra um vendedor de decodifador de tv pré configurado para a pirataria da tv por assinatura, o condenado foi Warren Gleave, que recebeu uma pena de 16 meses de prisão, o caso vinha se arrastando na justiça há vários meses após uma denúncia da Sky TV do Reino Unido de que o vendedor já havia lucrado mais de 200 mil libras com a venda dos receptores de tv ilegais.

Warren Gleave é um senhor de 51 anos que vendia os dispositivos para tv pirata através de um website e de parcerias fechadas com comerciantes do local onde morava, o “negócio” tocado foi um sucesso por exatos três anos.

O efeito colateral destas condenações e do alarde que se faz sobre elas no Reino Unido deveria ser a diminuição do número de usuários da pirataria da tv paga naquele país, no entanto isto não está ocorrendo, o único efeito notável é mesmo o aumento das ações legais contra aqueles que comercializam os dispositivos para a captação da tv pirata. A empresq que mais tem aberto processos na justiça contra estes vendedores é a Sky TV e os dispositivos mais perseguidos são aqueles que trazem o Kodi pré configurado para a captação de conteúdo pirata através de servidores IPTV.

    COLOQUE seu nome e e-mail abaixo para receber nossas notícias. +100 MIL PESSOAS já cadastradas!!!
    CHEQUE AGORA SUA CAIXA DE ENTRADA para ativar a inscrição no e-mail de confirmação que foi enviado para você

A Sky comemorou mais uma condenação e diz que este caso deve ser uma mensagem clara de que a pirataria da tv, no Reino Unido, é ilegal e que as consequências de quem deseja se beneficiar dela são bastante sérias.

“Mais do que nunca, aqueles que praticam a pirataria correm o risco de serem detectados, denunciados e condenados ” publicaram os executivos da operadora de tv em nota para a imprensa.

Tanto no Reino Unido como em outros países, como Espanha, dispositivos pré-configurados para hacking, equipamentos de IPTV e Kodi pré-instalados são comuns em grandes lojas online.

Eles são vendidos por terceiros, em muitos casos, e contra alguns deles nada pode ser feito porque, por si só, o dispositivo, embora esteja realmente preparado, não permite invadir o conteúdo conforme é enviado ao comprador.

SIM, NÓS TEMOS TELEGRAM E SE VOCÊ TEM TAMBÉM CLICA LOGO NO LINK AÍ E CONHECE O NOSSO: https://t.me/gpspezquizaoficial