Receptores originais da Directv estão proibidos de serem instalados no Chile

1016

A primeira vista este é uma notícia estranha, mas é verdade, o Chile proibiu a operadora de tv por assinatura Directv de instalar seus receptores originais no Chile enquanto eles não foram homologados em conformidade com as normas de segurança impostas pela Superintendencia de Electricidada e Combustíveis (SEC) do Chile.

O motivo é que no final do mês de agosto de 2015 um receptor da Directv pegou fogo após reiterados dias em que ele esteve apresentando aquecimento demasiado em um residência de Talcahuano, provocando um incêndio que destruiu parte da residência.

O incidente foi investigado pela SEC que chegou à conclusão que o motivo do incêndio foi a baixa qualidade do receptor instalado pela Directv na casa dos seus assinantes chilenos, e que 90% das instalações feitas pela Directv no Chile usam este mesmo receptor.

Em resposta a Directv soltou um comunicado dizendo que 100% dos seus equipamentos cumprem a Norma Internacional IEC 60065 que estabelece requisitos de segurança para aparelhos de áudio, vídeo e outros aparelhos eletrônicos.

A Directv também afirmou que não houve uma perícia da SEC sobre o incidente em Talcahuano e que os receptores LH27-C-500 tem um consumo energético máximo de 28W e não é uma fonte potencial de aquecimento.