Preço do receptor pirata no Paraguai… Despenca

1282

Se alguém oferece uma mercadoria no mercado e esta mercadoria não vende muito facilmente, acumulando estoque, qual a medida que deve ser tomada?

A mais provável é ir baixando o preço para tentar vender, não é mesmo?

Esta é a situação atual dos comerciantes de fronteira do Paraguai, que tem que conviver com a dura situação do sumiço dos clientes brasileiros.

Aliás, a situação na fronteira do Paraguai está no momento um pouco inversa do que todo mundo está acostumado, os paraguaios estão vindo ao Brasil fazer comprar nos supermercados e até mesmo em algumas lojas do varejo, aproveitando o dólar forte já que muitos tem reservas em dólar.

lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo
lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo

Pra piorar a situação dos paraguaios ao tentar vender, a fiscalização na fronteira, do lado brasileiro, está forte, bem forte.

O jeito de dar um jeito nesse jeito, pelo menos para os comerciantes paraguaios que vendem os polêmicos e perseguidos receptores de tv pirata, é ir baixando cada vez mais o preços dos aparelhos.

E se considerarmos que eles compram os aparelhos dos chineses pagando em dólar e tentam vender com preço em dólar para os brasileiros, a queda no preço praticada no Paraguai é mesmo expressiva.

Antes do início da crise economica aqui no Brasil os receptores piratas no Paraguai mantinham o seu preço girando em torno de 105 dólares.

Com alguns meses os valores foram caindo de leve e se mantinham em torno dos 90 dólares.

Agora que o comércio paraguaio na fronteira está desandando de vez, os preços praticados nos receptores piratas está girando em torno de 75 dólares.

Marcas de receptores piratas como Cinebox, Globalsat, Duosat, só para citar algumas famosas, já tem receptores nesta média de valor.

No entanto parece que estratégia não está sendo muito efetiva para aumentar as vendas de receptores piratas na fronteira com o Paraguai, e se lá não vende, aqui no Brasil é que não deve estar vendendo mesmo.

2016 será o ano do decréscimo da tv por assinatura no Brasil, tanto a oficial quanto a pirata?