Operação Fake Sat, mais detalhes sobre Central de TV Pirata fechada pela polÁ­cia em 4 estados

843

A polÁ­cia deu mais detalhes sobre a “quadrilha” que pirateava a tv por assinatura e foi desmantelada pela PF há três dias.

– O faturamento mensal desta central de tv pirata era de R$ 500 mil mensais.
– Foram presas quatro pessoas em Porto Alegre, três pessoas em Santana do Livramento, uma pessoa em Foz do Iguaçu e uma pessoa em GoiÁ¢nia.
– Aproximadamente 10 mil pessoas assinavam os serviços de IKS e Cardsharing desta central de tv pirata, a lista destes assinantes, já levantada pela PF, contÉm pessoas de 16 estados brasileiros.
– A investigação começou com uma denÁºncia de contrabando de receptores piratas.
– A PF descobriu que estes receptores eram importados para o Uruguai e do Uruguai eram trazidos de forma clandestina para o Brasil.
– Uma parcela destes receptores tambÉm era enviada ao Paraguai mas já destinados a entrarem no Brasil por Foz do Iguaçu.
– Os contrabandistas tinham um esquema de formiguinha para entrar com os receptores piratas no Brasil, traziam de pouco em pouco e assim nunca haviam sofrido uma grande apreensão dos aparelhos.
– Quando os receptores eram apreendidos eles conseguiam reverter a situação apelando para o fato de a carga ser insignificante.
– No decorrer das investigações a PF descobriu que haviam dois nÁºcleos de trabalho nesta central de tv pirata, um era responsíel pela vende de receptores e o outro pela venda do desbloqueio dos canais da tv por assinatura.
– Haviam dois cabeças da operação desta central de tv pirata, um chefe em Porto Alegre era o responsíel pela importação e venda dos receptores e o outro chefe em GoiÁ¢nia era responsíel pela desbloqueio e venda do sinal de tv pirata.
– Os dois citados acima, identificados como comandantes da operação desta central de tv pirata, continuam presos e vão responder pelos crimes de contrabando, descaminho, estelionato, violação de direitos autorias e formação de quadrilha.
– A central cobrava entre R$ 30 e R$ 35 mensais pelo desbloqueio do sinal da tv por assinatura.
– Cobrava entre R$ 650 e R$ 700 pela instalação de um receptor de tv pirata.
– Os servidores de cardsharing desta Central de TV pirata forama apreendidos e segundo a polÁ­cia todos os clientes dela ficaram sem sinal.
– Os clientes que forem identificados serão processados por estelionato e descaminho.
– Vários clientes da Central já foram identificados por amostragem, mas segundo a polÁ­cia todos deverão ser identificados.
– A PF está “incentivando” os clientes desta Central de TV Pirata a entregarem os seus receptores para que tenham a sua pena amenizada.
– Não ficou muito claro a apreensão ocorrida em Portugal, há informações desencontradas entre a venda de receptores do Brasil para Portugal, bem como a existência de um servidor de Cardsharing em Portugal que estaria servindo aos clientes da central de tv pirata aqui no Brasil.
– Em Portugal teriam sido apreendidos receptores de tv por assinatura originais de operadoras de tv por assinatura aqui do Brasil, bem como os cartões de acesso condicional destes receptores.1
– Esta central de tv pirata vem sendo investida desde o final de 2014 e foi denunciada por operadoras de tv por assinatura.