Não é mais preciso Receptor Pirata para piraterar TV por Assinatura… Efeito Kodi

58798

Há pouco mais de um mês publiquei aqui no GPS.Pezquiza.com a matéria Maior operação de COMBATE a RECEPTORES DE TV PIRATA do mundo está em curso – clica aí no titulo da matéria se você não leu -, em que eu falava sobre uma mega operação de perseguição dos receptores de tv pirata com firmware baseado em Android e além destes os aparelhos do tipo Mini PC Android, que permitem a instalação do aplicativo que tem se tornado o pesadelo das operadoras de tv por assinatura na Europa.

Clica aqui e veja as matérias que publicamos sobre Mini PC Android

A partir daí venho me informando cada vez mais sobre o tal Kodi e procurando informações sobre a capacidade que ele e outros aplicativos do tipo tem de modificar o atual cenário da TV por Assinatura no mundo e particularmente no Brasil.

Sim, as possibilidades do Kodi aqui no Brasil já são bastante impactantes, mas quero começar falando sobre a Europa e as condições que motivaram a mega operação de perseguição aos receptores piratas com Android e Mini Pcs Android por lá.

O Kodi é basicamente um poderoso mídia player que através de plugin tem adicionado às suas funcionalidades a recepção de streaming de vídeos. O aplicativo por si só não é a razão da pirataria da tv por assinatura, mas sem dúvida o uso que se pode fazer dele potencializa e muito as capacidades da pirataria da tv por assinatura.

Isto por que o Kodi pode ser instalado não em dispositivos Android, e não só em receptores piratas com firmware Android ou nos Mini Pcs Android.

O Kodi pode ser instalado em computadores com os sistemas operacionais, Windows, Mac e Linux, mais ainda, existe um distribuição Linux pré configurada para transformar um computador em um “aparelho Kodi”, isto equivale a dizer que é possível criar um aparelho Kodi como um player Kodi nativo, ele inicia diretamente com o aplicativo Kodi e a pessoa nem toma conhecimento que existe um sistema operacional naquele aparelho.

E não para por aí, o Kodi também pode ser instalado nos micro PCs feitos com placas Raspberry Pi, em dispositivos iOS que tenham Jailbreak e em outros dispostivos que tenham firmware portado em BSD, Freescale IMX6 e outros.

Os smartphones Android e iOS também podem virar um controle remoto para Kodi que esteja instalado em PCs ou outros aparelhos que tenham o Kodi instalado.

Falando sobre todos estes dispositivos em que é possível usar o Kodi parece que já há um leque bem de aparelhos nos quais se pode usar o Kodi não é mesmo? Mas de maneira simples ainda não falei de todas as possibilidades.

É que além destes aparelhos ainda é possível dar um hackeada no Kodi e fazer ele funcionar com o Chromecast e sem hackear o aplicativo é possível fazer ele espelhar em Smart TVs que tem a opção Miracast, como as LG baseadas em WebOS, e tantas outras TVs.

Por que eu falei de todas estas possibilidades de aparelhos e formas de se ter o Kodi em funcionamento? Para mostrar como a operação de perseguição a receptores piratas com Android que citei acima podem ser classificadas como beirando ao inútil quando se trata do combate à pirataria da tv por assinatura ao tentar abater uns poucos aparelhos no meio de tantas possibilidades de se instalar e usar o Kodi.

Para se ter canais de tv por assinatura via streaming no Kodi é necessário instalar um plugin e configurar o aplicativo com um link de lista de canais que atualiza automaticamente cada vez que novos canais streaming são adicionados ou retirados de funcionamento.

Falar em TV Streaming de tv pirata aqui no Brasil causa arrepios pelas dificuldades de uma má estrutura de internet, mas vamos falar primeiro no que causou o desespero da perseguição contra as aparelhos Android lá na Europa: uma bela estrutura de internet que permite enviar e receber canais via streaming com grande qualidade, além até mesmo da qualidade Full HD.

Já falei algumas vezes aqui no GPS.Pezquiza.com que os Europeus planejam substituir a transmissão de canais via satélite para a transmissão via internet já tendo inclusive algumas operadoras com IPTV bastante consistente em que os assinantes só recebem seus pacotes de canais via IPTV, inclusive com qualidade 4K.

A pirataria da tv por assinatura se aproveita muito bem desta estrutura de internet por lá e desta forma, apesar de ainda haver uma venda consistente de receptores piratas na Europa, eles estão se tornando cada dia mais obsoletos, o Kodi instalado no smartphone que o diga.

Voltando aqui para o Brasil onde a crise econômica tem abalado o orçamento das famílias e a tv por assinatura ainda é vista como a melhor opção de entretenimento para a maior parcela da população, a baixa qualidade dos canais via streaming que se pode captar usando o Kodi por aqui está sendo cada vez mais perdoada pelo baixo investimento que se tem que fazer no Kodi para se assistir tv por assinatura de graça.

Praticamente todos os canais da tv por assinatura brasileira podem ser assistidos através do Kodi, além de streamings de filmes, séries, conteúdo adulto e tantos outros.

Mesmo com a baixa qualidade existente por aqui, a verdade é que não é mais preciso receptor pirata para se assistir aos canais da tv por assinatura sem pagar nada, ou seja, de forma pirata.

Se a internet melhorar a tendência é que a qualidade de imagem dos canais via streaming melhore.

Outro fato impactante contra a luta para acabar com a pirataria e até mesmo contra aqueles que fabricam e vendem receptores piratas é que a tecnologia e equipamentos necessários para se transmitir streaming de canais de tv pela internet é barata e fácil de ser implementada, o que faz com que a quantidade de transmissões só aumente e se espalhe, dificultando o combate.

Esta matéria é pura e simplesmente informativa com o único intuito de falar sobre um fato que impacta a tv por assinatura em todo o mundo que é a pirataria da tv por assinatura via streaming.

De maneira nenhuma estamos incentivando qualquer dos nossos leitores a usar o Kodi ou qualquer outra maneira de pirataria da tv por assinatura, é por isto que não publicamos tutoriais ensinando a usar nenhuma das formas de pirataria da tv por assinatura.