IPTV ENJAULADO – FECHADA REDE COM 15 MIL CANAIS E 20 MIL USUÁRIOS COM 300 SERVIDORES ATIVOS

1142

E o combate ao IPTV volta com toda a força na Espanha, desta vez foi desmantelado um servidor que no momento da apreensão estava sendo acessado por 20 mil usuários simultâneos.

O servidor IPTV tinha suas operações dividido em dois locais distintos, nas cidades de Cordoba e Malaga. sendo que a estrutura que furtava o sinal das operadoras de tv estava localizada em Malaga. Duas pessoas que administravam os equipamentos no momento da realização da operação policial foram presas. Um terceiro homem, residente na cidade de Cordoba e sócio da serviço ilegal, está sendo procurado.

Os homens responderão à justiça da Espanha por crime contra os direitos autorais, fraude contras as telecominicações e por lavagem de dinheiro.

Os serviços de IPTV ilegal do trio começaram a ser investigados em 2019 e a polícia contou com a ajuda do Paypal, meio de pagamento aceito pelo trio, para a identificação de um dos suspeitos que morava em Córdoba e posteriormente o que residia em Malaga onde ficava os equipamentos deste servidor.

lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo
lista iptv legal 104 canais gratis ao vivo

Apesar da equipe reduzida, a estrutura que estas pessoas mantinham era realmente impressionante, com 300 servidores IPTV (computadores) que podiam suportar até 500 mil usuários simultâneos, apesar de só estarem servindo a 20 mil usuários no momento da apreensão.

A polícia espanhola diz ter ciência que os vendedores IPTV estão cada vez mais se domiciliando na China a fim de fugir das autoridades internacionais, já que a China lhes permite operar com total impunidade. No entanto, segundo os mesmos investigadores, para ofertarem um serviço de qualidade esses grupos precisam manter servidores IPTV ativos nos países em que operam e é sobre esses servidores que as operações de repressão estão se concentrando.

Neste caso, os homens vendiam acesso aos serviços IPTV tanto para usuários da Espanha, com 400 canais ativos e mensalidades que íam de 8 Euros mensais a até 50 Euros anuais, o servidor também ofertava um pacote para usuários de outros países com 3 mil canais e mensalidade que ía de 10 Euros mensais a 60 Euros anuais. Eles também vendiam dispositivos preparados para acessar os serviços IPTV que vendiam. Estima-se que o trio arrecadou aproximadamente 1 milhão de Euros com seu serviço IPTV somente nos últimos 12 meses.

Infelizmente, para eles, a brincadeira acabou e o dinheiro que havia nas diversas contas Paypal que usavam para receber pelos serviços será confiscado.