CONDENADOS POR COLOCAR PUBLICIDADE EM SITE DE CONTEÚDO TORRENT PIRATA

0
457

E por falar em justiça contra a pirataria de conteúdos digitais na Europa, o negócio não está para brincadeira por lá.

Três empregados de uma agência de publicidade foram condenados à prisão por que compraram espaço publicitário em um site que compartilha links para conteúdo pirateado via torrent.

O caso ocorreu na Alemanha e as minúcias do mesmo ainda não vieram a pública, mas entre as poucos informações que já foram descortinadas, dão conta de que o portal onde os publicitários compravam espaço publicitário já havia conseguido gerar mais de 350 mil Euros em benefícios advindos destas publicidades, razão pela qual os empregados foram condenados mesmo sem terem tomado parte, diretamente, na pirataria dos conteúdos.

Eles foram declarados culpados por ajudar e incitar a violação dos direitos autorais.

Pelo grande volume de dinheiro gerado pelo portal torrent citado no processo, logo se entende a quantidade enorme de tráfego que o serviço pirata tinha e, por consequência, a enorme quantidade de conteúdo pirata que ele já havia distribuído. Desta forma, o juiz entendeu que a publicidade é uma das formas mais importantes para manter estes portais torrents na ativa, sendo que os publicitários que lá anunciavam tinham plena consciência da associação com a atividade criminosa (na Alemanha este tipo de atividade é crime) à qual estavam se associando.

O caso foi julgado no Tribunal do Distrito de Leipzig e as penas de prisão foram por cumplicidade na violação de direitos autorais.

SIM, NÓS TEMOS TELEGRAM E SE VOCÊ TEM TAMBÉM CLICA LOGO NO LINK AÍ E CONHECE O NOSSO: https://t.me/gpspezquizaoficial