CONDENADOS POR COLOCAR PUBLICIDADE EM SITE DE CONTEÁšDO TORRENT PIRATA

765

E por falar em justiça contra a pirataria de conteÁºdos digitais na Europa, o negócio não está para brincadeira por lá.

Três empregados de uma agência de publicidade foram condenados Á  prisão por que compraram espaço publicitário em um site que compartilha links para conteÁºdo pirateado via torrent.

O caso ocorreu na Alemanha e as minÁºcias do mesmo ainda não vieram a pÁºblica, mas entre as poucos informações que já foram descortinadas, dão conta de que o portal onde os publicitários compravam espaço publicitário já havia conseguido gerar mais de 350 mil Euros em benefÁ­cios advindos destas publicidades, razão pela qual os empregados foram condenados mesmo sem terem tomado parte, diretamente, na pirataria dos conteÁºdos.

Eles foram declarados culpados por ajudar e incitar a violação dos direitos autorais.

Pelo grande volume de dinheiro gerado pelo portal torrent citado no processo, logo se entende a quantidade enorme de tráfego que o serviço pirata tinha e, por consequência, a enorme quantidade de conteÁºdo pirata que ele já havia distribuÁ­do. Desta forma, o juiz entendeu que a publicidade É uma das formas mais importantes para manter estes portais torrents na ativa, sendo que os publicitários que lá anunciavam tinham plena consciência da associação com a atividade criminosa (na Alemanha este tipo de atividade É crime) Á  qual estavam se associando.

O caso foi julgado no Tribunal do Distrito de Leipzig e as penas de prisão foram por cumplicidade na violação de direitos autorais.

SIM, NÁ“S TEMOS TELEGRAM E SE VOCÁŠ TEM TAMBÉM CLICA LOGO NO LINK AÁ E CONHECE O NOSSO: https://t.me/gpspezquizaoficial