Cartões de cardsharing estão se multiplicando no mercado… Freesat, Scode, Connect e outros

2064

Avalie este artigo [starrater tpl=10]
Os servidores de cardsharing que atuam contra as operadoras de tv por assinatura brasileiras tomaram gosto pela estratÉgia de venda online de cartões de cardsharing, na realidade, um voucher que se compra atravÉs de algumas lojas virtuais de receptores piratas e que depos de confirmado o pagamento o usuário do cardsharing recebe um login e senha no seu e-mail para poder usar o sistema.

Em tempos em que está muito complicada a entrada de receptores de tv pirata no paÁ­s, já que a fronteira estão duramente vigiada e tambÉm os centros de distribuição dos Correios, sendo que ninguÉm está tendo muita coragem de enviar receptor pirata atravÉs dos Correios, já que a chance de ele ficar apreendido É grande, mesmo tendo sido enviado de dentro do território nacional para dentro do território nacional.

A estratÉgia da pirataria parece ter sido intensificar a venda de cardsharing.

Tenho lido nos fóruns por aÁ­ muita gente reclamando dos serviços gratuitos de IKS de diversas marcas, que tem falha, que não abre canal HD e por aÁ­ vai, e então qual É a opção que aparece para salvar estes casos? Cardsharing… E qual a maneira mais fácil de se adquirir cardsharing? Comprando os cartões de cardsharing das lojas virtuais.

Parece uma estratÉgia bem arquitetada para a pirataria continuar a lucrar mesmo em Época de grande repressão.

Já vÁ­ Free Code Sat, Connect Service, NCode Project, SCode, tem um cartão azul sem nome que promete desbloquear Sky, Claro e Oi TV, isso só para falar dos serviços mais conhecidos.

Alguns cartões servem para o desbloqueio da TV a Cabo em cidades especÁ­ficas.

Com preços variando entre R$ 15,00 e R$ 130,00 por ano, a promessa É desbloquear os três principais satÉlites de tv por assinatura na atualidade, Intelsat 11, Starone C2 e Amazonas 2/3.

Já tivemos Época em que a repressão ao cardsharing foi bastante dura, com apreensão de equipamentos, prisão dos mantenedores destes servidores e apagões provocados pelo fechamento espontÁ¢neo de diversos servidores, com medo da repressão policial.

Apesar de ainda não haver uma legislação especÁ­fica, o cardsharing É considerado crime no Brasil e as pessoas presas por esta prática enfrentam sÉrios problemas com a justiça brasileira.

Nos Áºltimos tempos não tenho ouvido falar em repressão contra essa turma do cardsharing no Brasil, será que É por isto que a concorrência entre os servidores de cardsharing está aumentando, ou seria esse aumento da oferta de cardsharing um reflexo da Copa do Mundo?

Cartões de Cardsharing

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here