YOUTUBE “PERDE” MAIS UM BAIXADOR DE MP3

1321

Se você gosta de baixar mÁºsicas em formato mp3 atravÉs dos vÁ­deos postados no Youtube, saiba que os seus dias com essa prática podem estar próximos do fim.

O motivo É que a RIAA, defensora dos direitos da gravadores com as quais os principais artistas da mÁºsica tem contrato, está perseguindo as páginas que permitem baixas o áudio em formato mp3 dos vÁ­deos postados no Youtube.

O motivo É muito simples, as gravadores dizem estar perdendo faturamento pela venda destas mÁºsicas em serviços como a Apple Music, Spotify e outros similares, nos quais os fãs podem comprar as faixas que lhes interessam individualmente. Se o consumidor pode baixar as mÁºsicas atravÉs do Youtube obviamente ele não irá considerar comprar as mÁºsicas pelas quais se interessa.

E se você pensa que ao disponibilizar as mÁºsicas no Youtube e fazer vista grossa para os canais que as colocam na plataforma as gravadoras não recebem nada por isto está na hora de rever seus conceitos. Depois de um batalha pelos direitos autorais no Youtube, a plataforma se viu pressionada a arrumar uma maneira viíel de pagar Á s gravadoras por todas as reproduções de qualquer conteÁºdos que lhes pertença e estiverem postados no Youtube. Desta feita surgiu o Content ID, uma ferramenta que identifica mÁºsicas que são postadas em sua totalidade ou mesmo parcialmente em vÁ­deos no Youtube, bloqueando totalmente o vÁ­deo na plataforma ou propondo ao criador de conteÁºdo que a postou que repasse os ganhos com os anÁºncios que forem veiculados naquele vÁ­deo para a “detentora dos direitos autorais” daquela mÁºsica.

Com a ferramenta Content Id do Youtube a gravadora recebe pela publicidade veiculada nas mÁºsicas postadas em seus próprios canais e em canais de outros que as venham postar. Já se a mÁºsica É retirada do Youtube usando um baixador de MP3 a receita pela reprodução daquela mÁºsica se dilui, tanto na perda de publicidade que seria veiculada no Youtube ao assistir mais uma vez o clip musical quanto na compra ou aluguel da mÁºsica em serviços como o Spotify.

A RIAA está obtendo sucesso ao notificar extra judicialmente os adminstradores de sites que permitem baixar em formato mp3 o áudio dos vÁ­deos postados no Youtube, quando esses sites estão hospedados nos Estados Unidos ou em paÁ­ses em que há uma parceria comercial no tocante aos direitos autorais pertencentes Á s gravadoras. Mesmo aqueles sites que tentam se proteger contratando um serviço de privacidade de dados, que impedem que as informações dos administradores do site sejam disponibilizadas na internet, estão sucumbindo Á  estratÉgia da RIAA, que tambÉm tem notificado os serviços com a alegação de que estes estão sendo cÁºmplices da prática ilegal de pirataria.

Foi assim que cairam páginas como a Youtube-MP3, a MP3 Fiber e tantas outras. O grande desafio da RIAA agora É conseguir derrubar baixadores de MP3 que se hospedaram na RÁºssia.

Qual É o conteÁºdo das notificações extra judiciais – aquela cartinha que o advogado manda para a pessoa ou entidade que deverá ser processado por alguma prática ilegal, a fim de fechar um acordo para que o caso não seja levado aos tribunais – enviadas pela RIAA e que estão sendo tão bem sucedidas, ninguÉm sabe.

SIM, NÁ“S TEMOS TELEGRAM E SE VOCÁŠ TEM TAMBÉM CLICA LOGO NO LINK AÁ E CONHECE O NOSSO: https://t.me/gpspezquizaoficial