Plano Tim Controle WhatsApp vai acabar… Em Breve

1013

A jornalista Roberta Presscott publicou hoje no site Convergência Digital que durante uma conferência de apresentação de seus resultados no Áºltimo trimestre, o presidente da Tim anunciou que o plano Tim Controle WhatsApp tem data definida para acabar.

O motivo seria o acrÉscimo de dados trafegando na rede de dados móveis da Tim bem acima do suportado normalmente pela infraestrutura da Tim.

Segundo a Tim, a função da promoção já foi cumprida e em junho já não haverá mais o direito ao tráfego ilimitado para WhatsApp.

Na realidade já está no ar um comercial da Tim em que ela cita que o tráfego privilegiado para uma rede social sem fazer menção ao WhatsApp, já numa clara intenção de apagar o WhatsApp Ilimitado da lembrança do consumidor.

Segue a reportagem que eu cito acima falando sobre os resultados obtidos pela Tim no Áºltimo trimestre, em grande parte alavancado pela parceria com o WhatsApp e promessa de tráfego ilimitado para o aplicativo de comunicação.

A Tim cresceu 23% em venda de planos no primeiro trimestre de 2015, os serviços de dados cresceram 27% e a receita mÉdia por assinante da Tim cresceu 29%.

Parar o plano Controle WhatsApp por causa de impacto na rede?

O presidente da Tim falou sobre o futuro dos planos oferecidos pelas empresas de telefonia, em que não deverá mais haver cobrança de voz e dados em separado, e sim a incorporação da voz em aplicativos Voip e com isto apenas a cobrança pelos dados trafegados gastos no plano.

Fica subentendido que a cisão entre Tim e WhatsApp ocorreu por conta da espetada que o WhatsApp deu no mercado de voz das operadoras de telefonia, e que a Tim está se preparando para mudar a sua forma de comercialização de comunicação por conta das ligações de voz dentro do aplicativo WhatsApp.

A grande questão agora É responder o quanto a rede de voz das operadoras de telefonia perdeu em importÁ¢ncia e necessidade de uso e o quanto a rede de dados destas mesmas operadoras necessitam melhorar para atender Á s novas necessidades do consumidor.

E quanto cobrar do assinante por este novo perfil de consumo.

Eu por exemplo não uso nem cinco minutos mensais da rede de telefonia da minha operadora e tampouco uso as ligações de voz pelo WhatsApp, mas confesso que tenho pavor de telefone e meu perfil não serve como base para o consumidor mÉdio de telefonia no Brasil.