OPERADORA FECHADA POR PIRATEAR CANAIS PREMIUM DE FUTEBOL NA ESPANHA

1382

Deu ruim para dois irmãos de Ciudad Real na Espanha que eram donos de uma pequena operadora de telefonia, internet e tv por assinatura.

Os irmãos inventaram uma fórmula mágica para conseguir mais assinantes, oferecer os canais premium de futebol que passavam os conteúdos da La Liga por um preço muito inferior ao que as outras operadoras de tv por assinatura cobravam na Espanha, com esta estratégia eles conquistaram para este pacote mágico cerca de 3.000 assinantes e faturavam cerca de 500 mil euros anuais com esta oferta.

Apesar de o pacote de canais especial ter feito muito sucesso a página da empresa não o mencionava, o que já era bastante suspeito de que naquela oferta havia alguma coisa errada.

Em outubro de 2017, ao tomar conhecimento de que a pequena operadora tinha esta oferta com valor diferenciado, a La Liga Nacional de Fútbol Profesional pediu investigação contra os responsáveis pela empresa por supostos delitos contra a propriedade intelectual, os disreitos de difusão de sinal televisivo de carater condicional e por defraudação das telecomunicações.

    COLOQUE seu nome e e-mail abaixo para receber nossas notícias. +100 MIL PESSOAS já cadastradas!!!
    CHEQUE AGORA SUA CAIXA DE ENTRADA para ativar a inscrição no e-mail de confirmação que foi enviado para você

Já era sabido pela entidade que a operadora não contava com a autorização e nem os direitos para oferecer os canais premium de futebol através de seus pacotes de canais, o que é um requisito indispensável para que se faça esse tipo de oferta no país.

O que não se sabia até a conclusão da investigação, era como a operadora conseguia oferecer os sinais destes canais premium de futebol aos seus assinantes pois legalmente a operadora não contava com nenhuma forma de acesso a estes canais. Os investigadores descobriram que os irmãos decodificavam o sinal através de uma operadora de alcance nacional e então repassavam este sinal de forma aberta aos seus próprios assinantes que contratassem o pacote que incluia os canais premium da La Liga.

Além de clientes residenciais a operadora também redistribuia os canais pirateados para diversos bares e restaurantes da cidade.

Os irmãos agora se encontram presos e devem ser condenados a pagar pesadas multas e indenizações por tais atos.