Sim, o Netflix original quer o PopCorn Time, o Netflix pirata

801

Que o Netflix se baseia na pirataria de filmes e sÉries para escolher o que entra em seu catálogo não É nenhuma novidade, nós já falamos sobre isto na matÉria Netflix confessa que deve seu sucesso Á  pirataria.

Mas agora a maior empresa de Video On Demand do mundo, com 60 milhões de assinantes, está mirando no código fonte do PopCorn Time para tentar resolver os problemas com o tráfego de dados dos vÁ­deos de seu catálogo junto Á s diversas operadoras de internet do mundo que odeiam o Netflix.

Sim, odeiam pois o uso dos sites de streaming de vÁ­deo como o Netflix e o Youtube ocupam atualmente a maior parte da banda disponÁ­vel para tráfego na internet, restando pouca coisa para todos os outros serviços.

Elas praticam um traffic shaping (controle da quantidade de dados disponÁ­vel para acesso a determinado site ou serviço na internet) contra o Netflix e o Netflix contra ataca publicando mensalmente um relatório indicando como está o acesso de seus usuários ao Netflix em cada operadora.

Não adiantou muita coisa, então o Netflix está partindo para usar a mesma tÉcnica que a pirataria usa, na realidade a mesma tÉcnica que o seu clone ideológico pirata usa, estamos falando do PopCorn Time e as redes de P2P.

O Netflix publicou no mês passado anÁºncio a procura dos melhores profissionais de desenvolvimento de plataformas P2P do mercado, e os requisitos necessários para ser aprovado neste emprego são todos aqueles requisitos que os mais renomados desenvolvedores do PopCorn Time tem.

Para quem não sabe o PopCorn Time não É um site ou serviço isolado, mas uma plataforma desenvolvida por programadores da Argentina com ajuda de programadores de todo o mundo, posteriormente os argentinos tiraram o corpo fora por medo de serem enquadrados como piratas digitais pelas autoridades e o código acabou sendo abraçado por algumas equipes de programação em diversos locais do mundo, sendo que mais de uma delas lançaram versões do PopCorn Time, ou seja, há mais de um PopCorn Time no mundo.

E o que tem a plataforma do PopCorn Time assim de tão especial que o Netflix a quer de qualquer maneira como alma de suas futuras versões?

Ela permite uma maior qualidade de imagem utilizando muito menor quantidade de dados trafegados do que o que utiliza atualmente o Netflix.

Desta forma seria possÁ­vel descongestionar um pouco a internet com os dados do Netflix, o que iria aliviar e muito a guerra que o Netflix vem travando com as operadoras de internet.

O mais interessante É que o resultado que o Netflix deseja foi desenvolvido e liberado há pouco por programadores do PopCorn Time, conforme falamos na matÉria Netflix Pirata agora funciona direto do navegador web — PopCorn Time.

Resta saber se esses desenvolvedores vão aceitar a mensagem de trabalhem para mim enviada pelo Netflix.