Directv diz que pirataria e Netflix a obrigaram a sonegar impostos na Colômbia

591

Veja só esta, a Directv, do da Sky Brasil, foi pega na Colômbia sonegando impostos ao ter omitido simplesmente 3,2 milhões de assinantes dos orgãos responsáveis pela fiscalização das operadoras de tv por assinatura no país.

Desta maneira a Directv fez uma evasão fiscal gigantesca na Colômbia.

Na hora de fazer a sua defesa e dar seus motivos para tamanha sonegação, a Directv saiu disparando para todos os ladosisão por assinatura.

“O setor de TV por assinatura de na Colômbia tem sido um pouco abandonado pelas políticas públicas nos últimos 20 anos”, disse o vice-presidente Jurídico e Relações Institucionais da DirecTV no país, Natalia Iregui, em entrevista ao jornal local El Espectador. “Temos vindo a relatar problemas para a Controladoria Geral da República por cerca de cinco ou seis anos, somos obrigados a competir contra um grande operador, que é a pirataria.”

lista iptv legal 73 canais
lista iptv legal 73 canais

A Directv também dispara contra a Netflix, dizendo que esteve exigindo do governo colombiano a aplicação de leis tributárias mais rígidas contra a Netflix e todos os outros serviços de video on demand que operam no país.

A Netflix tem cerca de 600.000 usuários na Colômbia, número maior que o de assinantes da Telefônica no país e espera-se que venha a ter mais assinantes que a maior operadora de tv por assinatura no país em 2018. A Directv acusa o governo de não cobrar nenhum imposto da Netflix.

Continuou ainda disparando contra a tv pública da Colômbia que é financiada em 75% pelos impostos que são cobrados das operadoras de tv por assinatura.

As operadoras de tv por assinatura da Colômbia deverão pagar cerca de 50,6 milhões de dólares em compensações e subsídios para a Autoridade Nacional de Televisão (ANTV), na Colômbia.

Será que este mesmo tipo de evasão fiscal ocorre no Brasil e será que as operadoras de tv por assinatura diriam que o motivo é o mesmo da Colômbia?